Facebook WhatsApp Google+ Tweetar Advogada pede estupro e morte de filhas dos ministros do STF

Uma advogada gaúcha, defensora do governo Bolsonaro, usou as redes sociais para atacar as filhas dos ministros do Supremo Tribunal Federal, STF, após derrubada de prisão após condenação em segunda instância.

Segundo informações do seu perfil, a advogada atua em Osório, no Rio Grande do Sul.

“Que estuprem e matem as filhas dos ordinários ministros do STF”, escreveu a advogada no Facebook. Minutos depois ela apagou a publicação, mas a tela já havia sido capturada por internautas.

Em outras publicações, a advogada chama o PT de lixo, comemora o impeachment que destituiu a presidenta Dilma Roussef do cargo e enaltece o presidente Jair Bolsonaro. Até o momento a advogada não se pronunciou sobre a publicação.

Deixar uma Resposta