Eunápolis: Vigilância Sanitária faz inspeção e apreende carnes impróprias para consumo

Mais de 130 quilos de carnes bovina e suína foram apreendidas na manhã desta sexta-feira (26) em diversos açougues de Eunápolis. A apreensão foi resultado de uma operação conjunta de fiscais da Vigilância Sanitária Municipal e da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab). A ação contou também com o apoio da Polícia Militar.

Segundo Luiz Galdino, coordenador da Vigilância Sanitária em Eunápolis, a blitz foi para o cumprimento da portaria 304 do Ministério da Agricultura. “Os comerciantes não podem expor carnes sem proteção ou deixá-las sem refrigeração”, afirmou Galdino.

A maior parte das apreensões ocorreu no Mercado Municipal do bairro Pequi, onde muitos comerciantes de carne já respondem a processo por manutenção inadequada do produto. O estado das carnes era precário em alguns lugares, e a Vigilância encontrou ainda mesas de madeira, impróprias para exposição deste tipo de alimento.

“Os açougueiros já foram avisados que não pode ter nada de madeira. Por mais que faça higienização, a carne nunca fica adequada às normas sanitárias. Se for utilizar bancadas, que seja com superfície de mármore ou material liso e impermeável, que seja de fácil higienização”, recomendou o coordenador.

Os fiscais estiveram no Mercado Municipal Dona Alzira, mais conhecido como Feira do Bueiro, localizado entre o centro da cidade e o bairro Gusmão. No local, muitos comerciantes ficaram sabendo que haveria fiscalização e tentaram camuflar as irregularidades. Mesmo assim, a Vigilância apreendeu diversos quilos de carne em estado inicial de putrefação e outras em exposição inadequada, além de várias mesas de madeira. Alguns comerciantes protestaram contra a fiscalização.

Açougues nas imediações da avenida Santos Dumont também foram inspecionados e um deles foi interditado. “Que os comerciantes visualizem que nós estamos fazendo nosso trabalho, que é em prol deles e dos próprios clientes”, finalizou Luiz Galdino.

A carne apreendida foi encaminhada para destruição no aterro sanitário de Porto Seguro.

Informações: Radar64

Os comentários estão fechados.