Eunápolis: Diretor de presídio é suspeito de facilitar entrada de drogas e armas

O diretor-adjunto do Conjunto Penal de Eunápolis, Jabes Santana, e outros oito agentes penitenciários e ex-funcionários foram presos nesta terça-feira (24), no município do extremo sul baiano, acusados de facilitar a entrada de drogas e armas no presídio.

Segundo informaçoes do A Tarde, os servidores permitiam a entrada de drogas e celulares no conjunto penal, administrado pela empresa privada Reviver. De acordo com a polícia, os telefones eram utilizados pelos presidiários para comandar crimes de tráfico de drogas e falsos sequestros. Inaugurado há menos de um ano com a capacidade para 250 presos, o presídio está superlotado.

Os comentários estão fechados.