Empresário preso pela PF sofreu tentativa de homicídio por suposto de caso amoroso

Preso com lancha, três veículos e cinco toneladas de suplementos clandestinos, o empresário Ricardo Peixoto Teixeira, de 37 anos, já foi alvo de uma tentativa de homicídio em Feira de Santana.

Uma fonte ligada à polícia apontou nesta terça-feira (10) que o caso ocorreu em 2016. À época, diante da constatação de que o empresário mantinha relacionamento com uma mulher casada, a polícia apurou se o marido dela tinha envolvimento com a tentativa de homicídio. Entretanto, a investigação ainda não foi concluída, porque a vinculação do suspeito com o caso não foi atestada.

No atentado, Peixoto foi atingido por alguns disparos, mas se recuperou. O caso está sob a competência da Polícia Civil. Preso na segunda-feira (9), Ricardo Peixoto já teve passagem pela polícia em outros dois momentos. Em 2005, foi preso com moedas falsas e depois solto para responder ao processo em liberdade.

Em setembro deste ano, ele foi condenado pelo crime a três anos e meio de prisão, tempo que foi convertido em prestação de serviços comunitários. Por faltar as audiências do caso, ele foi preso novamente e logo depois solto por decisão da Justiça.

Deixar uma Resposta