Emasa suspenderá abastecimento de água em Itabuna, caso a paralisação continue

O presidente da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), Jader Guedes, informou que, se não receber a carga de produtos químicos retida no município de Cruz das Almas, o abastecimento de água em Itabuna será interrompido, em toda a cidade, a partir de terça-feira (29). Os produtos deveriam ter chegado à cidade na terça-feira (22), o que não ocorreu por causa da greve dos caminhonheiros, segundo o presidente.

De acordo com Jader Guedes, o estoque de produtos químicos está comprometido e a água tratada só está garantida até, no máximo, terça. Ele disse que a Emasa já adotou procedimento para a redução da produção de água nas ETAs principal e Nova Ferradas.

A Emasa também divulgou nota informando que, “a depender do desenrolar da greve, será obrigada a interromper o abastecimento à população, estocando água apenas para os hospitais, postos médicos, creches, colégios, bombeiros e abrigos”. A empresa informou ainda que, além da falta de produtos químicos, desde o último dia 23, vem sofrendo com interrupções constantes no fornecimento de energia elétrica nas estações de captação de água de Rio do Braço e Mutuns. A empresa pediu para que a população economize água potável, usando-a com racionalidade.

Os comentários estão fechados.