Deputado Augusto Castro critica demora na implantação do Porto Sul

Em discurso no plenário da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (7) o deputado Augusto Castro, presidente da Comissão Especial do Porto Sul, criticou o atraso na implantação do Porto em Ilhéus. “Como já foram realizadas no final do ano passado as duas últimas audiências públicas exigidas, esperamos que o Ibama agilize a concessão da licença de implantação permitindo que as obras possam ser tocadas logo no início do segundo semestre deste ano”, defendeu Augusto Castro. Em sua opinião, se a implantação for adiada até dezembro, conforme possibilidade apontada pelo governo do Estado, a Bahia perderá muitos investimentos.

Deputado Augusto Castro (Foto: Divulgação)
Deputado Augusto Castro (Foto: Divulgação)

Segundo Augusto Castro, a região Sul aguarda com ansiedade o Porto Sul, tão prometido e anunciado em propagandas do governo. O deputado lembrou que quando assumiu o mandato há três anos, a previsão era que as obras seriam concluídas em 2012. “Estávamos todos esperançosos que seria iniciada no 2º semestre deste ano e agora o governo diz a previsão é até dezembro?”, questionou, cobrando mais agilidade para que o projeto Porto Sul seja concretizado.

“Depois o governo quer que a Assembleia Legislativa lhe dê um cheque em branco para negociar ilegalmente os recursos dos royalties. Como, se não foi capaz de executar nenhuma obra estruturante na Bahia até agora, a exemplo do Porto Sul ?”, criticou o deputado, acrescentando que falta ao governo capacidade de investir em obras que contribuam para a retomada do desenvolvimento econômico da região Sul. “Chega de propaganda ”, finalizou Augusto Castro.

Violência em Itabuna

Larissa foi morta a tiros no colo do pai (Imagem: Reprodução/Plantão Itabuna)
Larissa foi morta a tiros no colo do pai (Imagem: Reprodução/Plantão Itabuna)

Indignado com o duplo assassinato da menina de 5 anos e do pai Cristiano Silva Oliveira, em Itabuna [relembre aqui], o deputado Augusto Castro cobrou providências do governo do Estado para apurar o crime e punir o responsável. Em discurso na Assembleia Legislativa desta terça-feira (7), o deputado mais uma vez criticou o clima de insegurança que assusta as famílias do Sul da Bahia, em especial de Itabuna.

Em sua opinião, é um absurdo que um crime como esse, de grande comoção social, tenha acontecido justamente no bairro Monte Cristo, onde está a Base Comunitária de Segurança em Itabuna. Instalada com sede provisória em setembro de 2012, a Base Comunitária ganhou sede definitiva no último dia 12 de dezembro, com 80 policiais.

O deputado ressaltou que só no primeiro final de semana de 2014 foram registrados quatro homicídios em Itabuna. “Se uma Base Comunitária não é suficiente para garantir a segurança dos cidadãos de Itabuna, que seja implantada outra Base no município”, cobrou Augusto Castro.

Os comentários estão fechados.