De abril para maio, produção industrial baiana registra recuo de 15%

produção industrial da Bahia teve uma queda de 15% entre abril e maio. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), foi a terceira maior queda dentre os 15 locais pesquisados.

No cenário nacional, a retração foi de 10%. Segundo o estudo, o índice negativo da Bahia foi o terceiro pior desde que foi iniciada a nova série da Pesquisa Industrial Mensal (PIM) do IBGE, em janeiro de 2002. Antes desse período, os piores registros ocorreram novembro/2003 (-18,3%) e abril/2009 (-17,1%).

No ranking nacional, Mato Grosso lidera o cenário de maiores quedas com 24,1%, seguido por Paraná, que teve retração 18,4%. Santa Catarina também apresentou recuo de 15%.

No acumulado nos 12 meses encerrados em maio, a produção industrial baiana ainda se mantém com variação positiva (0,2%), embora tenha perdido ritmo de crescimento em relação a abril (1,5%) e ficando bem abaixo da média nacional (3,0%).

Deixar uma Resposta