Crescem especulações sobre greve dos funcionários do Hospital de Base em Itabuna

Uma forte especulação, mas que ganha força nos últimos dias, e, ao que tudo indica, pode se transformar em fato consumado: uma paralisação ou mesmo greve dos funcionários do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna. Nos corredores da unidade não se fala em outra coisa. O motivo para a insatisfação dos colaboradores é o atraso do pagamento dos salários referentes ao mês de janeiro.
De acordo com o site Plantão Itabuna, a nova direção do Hospital informou que para conseguir quitar a dívida, terá que dividir o pagamento em duas vezes, o que irritou ainda mais o quadro de funcionários. “Isso está acontecendo todo mês, desse jeito vai chegar aos seis meses de atraso, vai virar uma bola de neve”, reclama um funcionário, que prefere não se identificar. Além de Itabuna, o HBLEM atende a outros 120 municípios sul baianos.
Os comentários estão fechados.