Congresso Baiano de Oftalmologia reuniu 350 profissionais em Ilhéus

Com palestras de alto nível, troca de experiências e confraternização entre os profissionais da área e seus familiares, foi encerrado no final de semana o VI Congresso Baiano de Oftalmologia, realizado de 10 a 12 de outubro no Resort Canabrava, em Ilhéus. Promovido pela Sociedade de Oftalmologia da Bahia e Sociedade de Oftalmologia de Feira de Santana, o evento reuniu cerca de 350 médicos oftalmologistas.

Foto: Daniel Thame.
Foto: Daniel Thame.

Na abertura do congresso, o Dr. Rubens Belfort Junior, presidente da Academia Brasileira de Oftalmologia, falou sobre os avanços tecnológicos e os novos rumos da oftalmologia. Ele afirmou que a que a sociedade deve estar preparada o aumento da expectativa de vida da população e a consequente busca por qualidade de vida. “Envelhecer não significa adoecer e esse é um dos desafios da medicina, trabalhar por uma vida saudável”, ressaltou.

A solenidade de abertura teve um momento de descontração com apresentação dos atores grapiúnas Jailson Alves, Eva Lima e Zélia Possidonio, que interpretaram personagens do livro Tieta, de Jorge Amado. O trio misturou a saga de Tieta com os avanços da medicina e arrancou aplausos de todos os presentes.

MUTIRÃO DO DIABÉTICO

Nas palestras e mesas redondas, foram abordados temas atuais da Oftalmologia como Catarata, Retina, Córnea, Cirurgia Refrativa, entre outras. Na palestra de encerramento , o Dr. Paulo Augusto de Arruda Melo, professor da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo ressaltou que “os avanços de medicina oftalmológica devem estar acompanhados de políticas públicas de saúde”. Ele destacou que a importância do congresso para atualização profissional e citou o Mutirão do Diabético de Itabuna, promovido pelo Hospital de Olhos Beira Rio, como um dos grandes exemplos no Brasil de mobilização para tratar e prevenir o diabetes.

O Dr. Rafael Andrade, diretor do Centro Avançado de Retina e Vítreo do Hospital de Olhos Beira Rio e presidente da comissão organizadora do Congresso Baiano de Oftalmologia, afirmou que o evento superou as expectativas. “Tivemos a participação de cerca de 350 profissionais da área e palestras que abordaram temas relevantes e debatem os novos rumos da oftalmologia”, disse. O Dr. Rafael destacou ainda a atualidade dos temas em discussão, a apresentação de casos do dia a dia, com experiências práticas dos procedimentos médicos.

Durante o congresso, ele apresentou o Mutirão do Diabético de Itabuna, maior evento de tratamento e prevenção do diabetes no Brasil. Além das palestras e meses redondas, o Congresso teve ainda atividades de lazer como shows musicais, lual à beira mar e um espaço dedicado às crianças, com brincadeiras e esportes

(Por Daniel Thame – Coluna do Blog do Thame)

Os comentários estão fechados.