Codeba assinará ordem de serviço para dragagem do Porto de Ilhéus

A Companhia das Docas do Estado da Bahia (Codeba) estará assinando na próxima segunda-feira (13), em Ilhéus, a ordem de serviços para o início das obras de dragagem do Porto do Malhado.

O anuncio foi feito pelo diretor-presidente da Codeba, José Rebouças, que entrou em contato com a deputada estadual Ângela Sousa (PSD) informando sobre a assinatura do documento e ainda destacando o trabalho da parlamentar para que esses serviços fossem realizados.

De acordo com a deputada Ângela Sousa, a dragagem do Porto do Malhado será de fundamental importância para o desenvolvimento desse terminal portuário, não somente para atrair mais cargas, como também intensificar o movimento de transatlânticos em Ilhéus, trazendo cada vez mais turistas para a cidade.

Desde que assumiu seu primeiro mandato, Ângela vem buscando junto à Codeba realizar as obras de dragagem e a revitalização do Porto do Malhado. Para isso vem se reunindo com sindicatos da orla portuárias e empresas que atuam no setor de cargas e turismo no Porto de Ilhéus.

Explica a parlamentar que com a diminuição do calado aumentaram os riscos de navios encalharem e havia até a possibilidade dos transatlânticos deixarem de atracar em Ilhéus por conta do assoreamento do porto. “A dragagem vai aumentar a profundidade e permitir a atracação de navios de cruzeiro no terminal portuário ilheense em qualquer período, sem oferecer maiores riscos”, garantiu Ângela.

A dragagem está orçada em R$ 4,9 milhões e pode ser concluída em menos de 30 dias. Com pouco mais de 9 metros, o calado poderá chegar a 10,2 metros, após a dragagem.

Em ofícios encaminhados à direção da Codeba e em audiências com o diretor-presidente, José Rebouças, Ângela Sousa solicitou não somente a dragagem do Porto do Malhado, como também a melhoria das instalações e a construção do receptivo para o atracamento de navios transatlânticos, já que hoje o turismo tem sido um grande segmento para economia de Ilhéus e região e há a necessidade de se prestar um serviço de informação mais eficiente para esses visitantes.

Uma das audiências com o diretor da Codeba foi realizada pela Comissão Especial do Porto Sul da Assembleia Legislativa da Bahia, onde foram tratados dos problemas do Porto do Malhado e do Complexo Intermodal Porto Sul.

Membro titular da comissão, a deputada estadual Ângela Sousa informou que a proposta da audiência foi discutir não somente sobre a implantação do Porto Sul, considerado como um equipamento fundamental para o desenvolvimento do sul da Bahia, como também tratar dos investimentos que devem ser feitos para revitalizar o Porto de Ilhéus.

Os comentários estão fechados.