Índice de lepra é alto em Itabuna

A Prefeitura Municipal de Itabuna iniciou nesta segunda-feira (04) a Campanha Municipal de Conscientização Sobre Hanseníase, que seguirá até a próxima sexta-feira (08). O objetivo é prevenir, diagnosticar, rastrear e tratar casos de hanseníase, popularmente conhecida como lepra. A campanha acontece através da Secretaria Municipal de Saúde e do Programa Municipal de Prevenção e Tratamento da Hanseníase.

Manchas esbranquiçadas e caroços pelo corpo podem ser indícios da doença.

A secretária municipal de Saúde, Lísias Miranda São Mateus, explica que a incidência de casos de hanseníase em Itabuna é relativamente alto, comparado com os índices de controle e rastreio determinados pelo Ministério da Saúde. “O ideal é que haja um caso de hanseníase para cada grupo de 10 mil habitantes. Itabuna está com um índice de 2,8 casos em 2017”, disse ela.

Para efetivar a campanha, a coordenadora do programa, Moema Farias de Oliveira, organizou uma força-tarefa cujos trabalhos estarão concentrados na Unidade Básica de Saúde Dr. José Maria de Magalhães (antigo SESP), localizado na avenida Inácio Tosta Filho, Centro (atrás do Shopping do Camelô, ao lado da FTC e Receita Federal).

Leia mais…

Secretaria de Saúde de Itabuna realiza caminhada “Dezembro Vermelho”

Com o objetivo de chamar a atenção para a importância de prevenir e tratar infecções sexualmente transmissíveis (IST’s) / HIV-Aids, a Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria Municipal de Saúde e do Centro de Referência, Assistência e Tratamento (CERPAT), estará promovendo, nesta sexta-feira (1º) às 14h, no Jardim do Ó e na Avenida do Cinquentenário, a abertura oficial da campanha “Dezembro Vermelho”, motivada pelas Organizações das Nações Unidas (ONU) e pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

A abertura contará com a realização de uma Feira de Saúde, no período da manhã, e a Grande Caminhada do Dezembro Vermelho, à tarde. O dia 1º de dezembro é o Dia Mundial de Luta Contra a Aids.

A secretária municipal de Saúde, Lísias Miranda São Mateus, explica que o movimento Dezembro Vermelho vem acontecendo no Brasil, de maneira fortalecida, há cerca de dez anos, mas que a campanha propriamente dita só foi transformada em lei federal em 2017.

A transformação dessa campanha num objeto de lei reforça o tamanho de sua importância, muito embora reflita também algumas dificuldades, pois, se a própria OMS já vem chamando a atenção para essa questão desde a década de 1980 e a sanção de uma lei versando sobre esse assunto só aconteceu no ano de 2017, isso nos faz pensar sobre como, às vezes, o próprio Estado assimila de maneira superficial algumas questões que deveriam ser tratadas com mais rigor e com mais atenção”, disse.

Estamos trabalhando muito, e agora só ajustando os detalhes para que as ações dessa campanha sejam as mais amplas possíveis. A nossa expectativa é a de que a Grande Caminhada conte com a participação de 2 a 3 mil pessoas. Convidamos associações, organizações não governamentais (ONG’s), clubes de serviços, a sociedade está convidada a transformar o Centro de Itabuna num ‘mar vermelho’”, ratificou Lucas Santana Santos, coordenador do CERPAT.

O Dia Mundial de Diabetes está chegando, mas as ações já começaram!

Ontem (30), foi um marco para o Mutirão do Diabético, evento tradicional e anualmente esperado em Itabuna. Com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde, o Mutirão do Diabético de Itabuna capacitou cerca de 400 agentes comunitários de Saúde. Esses profissionais são extremamente importantes, pois estão em contato direto com os pacientes, principalmente a parcela mais carente da população. O dia foi composto por aulas sobre o Diabetes e suas complicações e capacitação prática do exame do pé diabético. Contamos também com a presença do Dr. Rafael Ernane, coordenador do mutirão do diabético. O objetivo do evento é a melhoria do atendimento multidisciplinar para as pessoas com Diabetes na Rede pública de saúde.

Veja as fotos desse momento tão especial

Confira a primeira semana do Projeto Personalidades com Tom Ribeiro

O projeto personalidades foi desenvolvido com intuito de estimular a pratica de atividade física e hábitos saudáveis para o público em geral; crianças; adolescentes; jovens; adultos e idosos.

Saúde e bem-estar é o lema da instituição. Com o slogan “seu objetivo é a nossa maior meta”, a Performance busca atender a individualidade de cada cliente e procura ter um padrão holístico para cada caso.

Ao todo participarão deste projeto 5 personalidades de grande renome em Itabuna e região; inicialmente Tom Ribeiro, apresentador do Balanço Geral – Record BA, será o pioneiro, posteriormente + 4 nomes serão divulgados. Uma equipe de primeira emagrecerá o apresentador em 45 dias, tendo o antes e depois.

Sobre

A Performance Nutrição Esportiva é uma loja sediada em Itabuna-Bahia, que atua no segmento nutricional há mais de 1 ano. A empresa vem desenvolvendo um trabalho diferenciado na cidade, em tão pouco tempo, vários paradigmas a cerca do mercado da suplementação foram quebrados, a exemplo:

Itabuna selecionada para testar novo tipo de larvicida contra o Aedes Aegypti

A secretária de Saúde, Lísias São Mateus, apresentou, durante os debates para elaboração do Plano Plurianual (PPA) 2018/2021, as ações implementadas visando ampliar e melhorar o atendimento à população itabunense. Ela salientou que hoje Itabuna está abaixo do ranking das cidades da região com maior incidência de aroboviroses – zika, dengue e chikungunya -, graças à redução do número de casos e também dos índices de infestação predial. A cidade também foi selecionada pelo Ministério da Saúde para testar um novo larvicida contra o Aedes Aegypti.
Para Lísias São Mateus, um dos destaques da Saúde agora em 2017 ficou para o fortalecimento dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), que operam com equipes integradas por profissionais de diferentes áreas de conhecimento, atuando de maneira integrada e apoiando os profissionais das equipes Saúde da Família e de Atenção Básica para populações específicas, compartilhando as práticas e saberes em saúde nos territórios sob sua responsabilidade.

Leia mais…

Itabuna e Ilhéus notificam quase 90 novos casos de AIDS

Itabuna e Ilhéus registraram, no primeiro semestre, 87 novos casos de Aids em pessoas adultas. Em Ilhéus também foram notificadas cinco mortes causadas pela doença, conforme dados da Diretoria de Informação em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde.

Ilhéus notificou cinco mortes por Aids neste ano|| Foto Carlos Augusto.

Outros municípios do sul da Bahia que notificaram novos casos de Aids neste ano foram Buerarema (1), Camacan (5), Canavieiras (4), Gandu (1), Ibirapitanga (1), Itajuípe (2) e Una (4). Em Una foram notificadas duas mortes de pessoas portadoras da doença.

No extremo sul, os municípios com maior número de notificações de casos de Aids no primeiro semestre foram Porto Seguro (36) e Teixeira de Freitas (26). Na Bahia foram notificados 1.810 novos casos de Aids em pessoas adultas e 26 em crianças. Desse total, 964 casos foram notificados em Salvador, que registra 33 óbitos. Neste ano, a doença já causou 73 mortes no estado.

Anvisa aprova primeiro teste de farmácia do país para detectar HIV

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) registrou, nesta segunda-feira (15), o primeiro autoteste para triagem do HIV no Brasil. O produto é destinado ao público em geral e poderá ser vendido em farmácias e drogarias. O nome do produto no Brasil será Action, da empresa Orangelife Comércio e Indústria.

De acordo com a documentação do processo de registro do produto, o teste funciona com a coleta de gotas de sangue, semelhante aos testes já existentes para medição de glicose por diabéticos.

O resultado aparece na forma de linhas que indicam se há ou não presença do anticorpo do vírus HIV. A presença do anticorpo mostra que a pessoa foi exposta ao vírus que provoca a Aids. O resultado leva de 15 a 20 minutos para ficar pronto. O teste funciona para os dois subtipos do vírus que provocam a Aids.

Eficácia

O autoteste aprovado pela Anvisa demonstrou sensibilidade e efetividade de 99,9%. Porém, o produto só é capaz de indicar a presença do HIV 30 dias depois da exposição.

Esse período de um mês é o tempo que o organismo precisa para produzir anticorpos em níveis que o autoteste consegue detectar. Se uma nova situação acontecer após esse período, um novo teste precisa ser feito, respeitando o prazo necessário para detecção e as confirmações necessárias.

Se o resultado for negativo, a recomendação é que o teste seja repetido 30 dias depois do primeiro teste e outra vez depois de mais 30 até completar 120 dias após a primeira exposição.

Se o resultado for positivo, o paciente deve procurar um serviço de saúde para confirmação do resultado com testes laboratoriais e encaminhamento para o tratamento gratuito adequado, se for necessário. Leia mais…

Fim da emergência em saúde pública por zika e microcefalia

Ministério da Saúde declara o fim da emergência nacional em saúde pública por zika e microcefalia no Brasil. O governo tinha declarado a situação de emergência em novembro de 2015, quando foi notado um aumento incomum dos casos de microcefalia no Nordeste. A malformação foi, posteriormente, relacionada à infecção pelo vírus da zika.

A decisão foi tomada após reunião do comitê de emergência formado pelos principais especialistas do mundo na área. A OMS recomenda que os países que enfrentam a epidemia de zika tenham outros métodos de detecção de consequências neurológicas do vírus, além da medição da cabeça dos recém-nascidos, medida já adotada pelo Brasil e que pode levar ao diagnóstico de microcefalia.

A OMS considerou que, como estava provada a relação entre o vírus e a microcefalia, ela precisava agora de um “mecanismo robusto de longo prazo para administrar a resposta global“. Para a entidade, o zika “continua sendo um desafio significativo e duradouro de saúde pública e que exige ação intensa, mas não é mais uma emergência“. Por isso, a entidade decidiu “escalar” a doença a um “programa permanente”.

A decisão foi alvo de duras críticas por parte dos cientistas que buscam uma solução para a doença. “Será que veremos uma nova onda de casos no Brasil e Colômbia?” questionou Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Contagiosas. Sua entidade é uma das que tenta arrecadar recursos para bancar uma vacina. Para ele, o fim da emergência é “prematuro”, principalmente por que o verão no Brasil está prestes a começar. “Por que não esperaram alguns meses?”, criticou.

Tentando justificar sua decisão, David Heymann, presidente do Comitê de Emergência, considera que agora o vírus da zika é um problema “de longo prazo”. Foi a partir de sua gestão que, em 1º de fevereiro, a OMS declarou a emergência global.

Hospital Costa do Cacau está pronto; prefeito e secretário da Saúde vistoriaram a obra hoje

O Hospital Regional Costa do Cacau está pronto. Toda a parte de engenharia já se encontra em fase de revisão final. A maior obra estruturante na saúde pública no sul da Bahia nos últimos 35 anos tem previsão de ser inaugurada no final de junho. De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, já foram iniciadas as licitações para compra de mobiliário e equipamentos de tecnologia.

“Esta é uma fase complexa do projeto. São centenas de licitações colocadas em prática para o hospital poder funcionar”, afirmou. Fábio Vilas-Boas visitou hoje (29) as instalações do novo hospital ao lado do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, secretários municipais, vereadores e convidados. “Estamos diante de um dos mais importantes equipamentos da saúde pública da Bahia, um hospital de alta complexidade, elevado de resolutividade, que vai eliminar o gargalo no atendimento hospitalar de Ilhéus e do sul da Bahia”, afirmou o secretário.

Iniciativa histórica

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre Sousa, que também é médico, definiu a obra como uma iniciativa histórica “que deve ter o reconhecimento de toda a região ao governador Rui Costa”. Mário disse estar diante de um modelo só comparável aos dos grandes hospitais do Brasil. “Tudo que foi executado aqui atende aos conceitos de excelência da medicina moderna. É uma obra para salvar vidas e essa grandiosidade vai estar à disposição da nossa gente”, definiu.

O Hospital Costa do Cacau fica localizado na rodovia Ilhéus-Itabuna, no bairro Banco da Vitória, próximo a dois grandes condomínios populares. A área construída é de 17.500 metros quadrados. Mas o projeto foi pensado visando uma futura expansão. Por isso, a área total do empreendimento é e 55 mil metros quadrados

Açougueiro morre após ser baleado quando estava indo trabalhar

Um homem morreu na manhã deste sábado (22) no Hospital de Base, em Itabuna. Wildes Nascimento Costa, 44 anos, morador do bairro Daniel Gomes, foi baleado, no bairro São Caetano, na região da cabeça.

Familiares informaram que Wildes trabalhava como açougueiro na feira do São Caetano e que se deslocava para o trabalho no momento do crime. Eles também contam que a vítima não tinha passagem pela polícia. Wildes já perdeu um filho, que foi assassinado em outra cidade da região.

Parentes acreditam que ele tenha sido vítima de um latrocínio, roubo seguido de morte, mas o caso ainda está sendo investigado. Ainda não há informações divulgadas pela polícia sobre motivação e autoria.

Bahia lidera entre estados do nordeste em números de casos de tuberculose

A Bahia é o terceiro estado do país e o primeiro da região nordeste em número de casos de tuberculose. Somente entre 2013 e 2015, mais de 14 mil pessoas tiveram a doença no estado e 1,1 mil morreram, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab).

A tuberculose é uma inflamação no pulmão, provocada por uma bactéria, e pode ser transmitida pela tosse ou pela fala de alguém infectado. Os sintomas incluem tosse por mais de três semanas, febre no final da tarde e muito suor durante a noite. O tratamento é feito com quatro medicamentos diários, durante seis meses.

Salvador aparece como a terceira capital em número de casos da doença, com uma média de 2 mil novas notificações por ano. O Brasil é um dos países com maior número de casos no mundo e, desde 2003, a doença é considerada como prioritária na agenda política do Ministério da Saúde.

Embora seja uma doença com diagnóstico e tratamento realizados de forma universal e gratuita, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), anualmente, são aproximadamente 69 mil casos novos e 4.500 óbitos tendo como causa básica a tuberculose.

Para tentar frear os números, o Ministério da Saúde pretende lançar, ainda em março, o Plano Nacional pelo Fim da Tuberculose, que visa assegurar medidas de proteção social para garantir a adesão e conclusão do tratamento, que dura seis meses, no mínimo.

Sesab inicia distribuição de repelentes a gestantes no próximo dia 15; Itabuna está na lista

A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) inicia no próximo dia 15, cinco dias antes do fim do verão, a distribuição de repelentes adquiridos pelo Ministério da Saúde, destinados a gestantes beneficiárias do programa Bolsa Família.

O quantitativo previsto pelo Ministério da Saúde prevê a entrega de mais de 109 mil repelentes por mês, tendo o Diethyl Toluamide (DEET) como substância ativa, que oferece proteção por até 10 horas contra insetos como Aedes aegypti, Culex e Anopheles aquasalis, de até 10 horas.

Há sete lotes de distribuição, de acordo com o cronograma estabelecido – desses, dois estarão disponíveis na primeira entrega. Os municípios que recebem a maior quantidade são:

Salvador (9.810), Feira de Santana (2.904), Juazeiro (2.104), Vitória da Conquista (2.032), Itabuna (1.150), Jequié (1.236), Ilhéus (1.108), Porto Seguro (1.090), Lauro de Freitas (1.068) e Barreiras (1.046).

Para a retirada, as 417 secretarias municipais de saúde devem apresentar à Central Farmacêutica da Bahia (Cefarba) os mesmos documentos solicitados para entrega de medicamentos do componente básico de assistência farmacêutica.

É preciso agendamento prévio, com antecedência mínima de três dias, pelo e-mail [email protected] Os gestores podem esclarecer dúvidas no número (71) 3376-3697. A lista completa de municípios está disponível no site da Sesab.

Secretário de saúde de Itabuna deixa quase R$1 milhão em caixa

O gestor que assumir os destinos da saúde em Itabuna, a partir de janeiro de 2017, encontrará uma boa surpresa para iniciar o ano. A atual gestão da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) deixará um saldo de R$ 900 mil em caixa, que deverá ser destinado à aquisição de equipamentos e mobiliários para os centros de referência em saúde e o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães.

“O dinheiro já está na conta da Saúde de Itabuna“, assegura o atual secretário Paulo Bicalho, ao explicar que uma parte dos recursos – R$150 mil – são resultantes de emenda constitucional ao Orçamento Geral da União apresentada pelo parlamentar Elmar Nascimento (DEM-BA), que deverá ser destinada à compra de mobiliários e equipamentos, a exemplo de aparelhos de TVs, computadores, etc. para os três centros de atenção psicossocial (CAPS Infantil, CAPS AD e o CAPS III).

Outra parte dos recursos num total de R$250 mil foi uma indicação do deputado federal Davidson Magalhães (PC do B-BA) e deverá ser investida na aquisição de modernos equipamentos para o Hospital de Base. Entre eles estão nove monitores multiparamétricos; nove aspiradores de secreção; nove camas hospitalares elétricas, três bombas de infusão e um carro de emergência.

Leia mais…

Domingo de prevenção ao diabetes

Centenas de pessoas participaram, neste domingo (6), da Caminhada Azul, uma das ações do Mutirão do Diabético de Itabuna. A largada ocorreu na Praça Rio Cachoeira e teve como percurso algumas das principais vias centrais da cidade. O mutirão será realizado no próximo dia 26, na Praça Rio Cachoeira, quando serão prestados vários serviços gratuitos na área da saúde.img_20161106_162913

Hospital de Base é o 1º a oferecer tratamento de varizes a laser pelo SUS na Bahia

O Hospital de Base de Itabuna será o primeiro hospital público da Bahia a atender a população assistida pelo Sistema Único de Saúde (SUS) com o tratamento de varizes com escleroterapia tipo embolização com espuma de policodonal ecoguiada. O serviço estará disponível a partir deste mês sob a coordenação de um médico especialista da área Angiologia.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Paulo Bicalho, mensalmente serão atendidas cerca de 60 pessoas. A novidade é que o paciente não precisará mais de internação. O procedimento será realizado no ambulatório do próprio Hospital de Base e logo o paciente após poderá ir para casa.

Para ser atendido, o paciente com varizes passará por uma consulta com o especialista, fará exames de ultrassonografia com Doppler Colorido de vasos e membros e terá ainda assistência com o retorno de três consultas subseqüentes ao procedimento. Paulo Bicalho informa que tudo é muito mais rápido; o tempo de recuperação é mais curto e é muito menos dolorido para o paciente.

Leia mais…