Ministra do STF nega pedido de Lula para suspender investigações da Lava Jato

RTEmagicC_lula_05.jpgA ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta quinta-feira (4) pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender as investigações da 24ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada nesta manhã.

Na decisão, a ministra entendeu que não há “ilegalidade irrefutável nas investigações” para concessão de uma liminar que interfira nas autonomias dos trabalhos do Ministério Público.

Para a defesa, a condução coercitiva do ex-presidente na manhã de hoje foi desnecessária porque Lula prestou depoimento à PF em janeiro. “O desafio à autoridade da Corte Suprema é tão evidente que dispensa qualquer consideração”, argumentam os advogados.

Lula vai para o diretório do PT após prestar depoimento à PF

O depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, levado para depor pela Polícia Federal na 24ª fase da Operação Lava Jato, nesta sexta-feira (4), em São Paulo, durou cerca de 3 horas. Após o mandado de condução coercitiva, o presidente Lula deixou o escritório da PF no aeroporto de Congonhas e seguiu para o Diretório do PT, no centro de São Paulo.

Lula é um dos alvos dos mandados de condução coercitiva na 24ª fase da Operação Lava Jato iniciada nesta sexta-feira (4). Ele foi levado pela Polícia Federal para o aeroporto de Congonhas, onde presta depoimento.

O MPF diz que o Instituto Lula recebeu R$ 20 milhões em doações de empreiteiras. Já a a empresa LILS Palestras, que pertence ao ex-presidente, recebeu R$ 10 milhões entre 2011 e 2014. Parte do dinheiro foi transferido do Instituto Lula para empresas de filhos do ex-presidente. O MPF investiga se serviços foram de fato prestados.

Polícia Federal faz operação na casa do ex-presidente Lula

RTEmagicC_lula_05.jpgA Operação Lava Jato chegou na 24ª fase nesta sexta-feira (4) com mandados de busca, apreensão e conduções coercitivas na casa do ex-presidente Luiz Inácio da Silva, em São Paulo. Além do imóvel de Lula, que fica em São Bernardo do Campo, em São Paulo, outros mandados estão sendo cumpridos pela Polícia Federal desde às 6h, em três estados – incluindo a Bahia. Em Salvador são de mandados de busca e apreensão e uma condução coercitiva.

A Receita Federal também participa da Operação. No total são 44 mandados judiciais, sendo 33 de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva – quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento. Cerca de 200 policiais federais e 30 auditores da Receita Federal estão participando da ação em São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia.

Segundo a PF, a operação dá continuidade nas investigações de crimes de corrupção e lavagem de dinheiro dentre outros praticados por diversas pessoas no esquema criminosos revelado e relacionado a Petrobras. Esta fase foi batizada de Aletheia, uma referência a uma expressão grega que significa busca da verdade.

 

Operação lava Jato suspeita que João Santana comprou casa em Itacaré com dinheiro sujo

joao_santana_presoIntegrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato desconfiam de que parte do dinheiro depositado pelo marqueteiro João Santana no exterior pode ter sido utilizada na compra da casa em que ele e a mulher, Mônica Moura, frequentam em Itacaré, Litoral Sul da Bahia.

As suspeitas surgiram a partir de uma transferência de US$ 200 mil feita de uma conta no banco suíço Heritage atribuída à Shellbill, a offshore secreta do casal. O destino da remessa foi outra conta no HSBC da Suíça, de propriedade da empresária paulista Silvana Lagnado.

Trata-se da irmã e ex-sócia de Alfio Lagnado, criador da marca de surfe Hang Loose e dono de terrenos e de uma praia particular em Itacaré, protegida sob leis ambientais. Em depoimento à Polícia Federal, Mônica Moura disse que o dinheiro era pagamento por aluguéis de equipamentos e câmeras para uma campanha em Angola.

Encontrada pelo jornal O Globo no fim da semana passada, Silvana Lagnado garantiu que não trabalha no ramo e nem conhece o casal, mas não informou a origem do repasse, datado de agosto de 2011. Os investigadores agora querem saber se há ligação entre a transferência e o imóvel ou se foi mera coincidência.

Acusações 

Segundo relatório da PF, João Santana e a mulher ocultaram das autoridades os recursos recebidos no exterior porque tinham conhecimento da “origem espúria” deles. Esse dinheiro foi escondido, conforme o relatório, mediante fraudes e “com a finalidade exclusiva de esconder a origem criminosa dos valores, que, como se viu, provinham da corrupção instituída e enraizada na Petrobras”.

De acordo com o delegado Filipe Pace, é “extremamente improvável” que a destinação de valores aos dois, no exterior e em conta de uma offshore, esteja desvinculada dos serviços que os dois prestavam ao PT, uma vez que a fonte de renda de ambos no Brasil vem das atividades de marketing e publicidade que eles prestam ao partido.

Sem coleta a uma semana, população joga lixo na porta dos vereadores em Itacaré

Moradores do bairro Passagem na cidade de Itacaré há 104 km de Itabuna, fecharam ontem (23) todas as saídas do bairro e jogaram grande parte do lixo acumulado há 05 dias nas portas das casas dos vereadores na localidade.

Devido à quantidade de lixo, o trânsito de veículos na localidade teria sido interrompido. “Isso é para ver se a Prefeitura toma vergonha e retoma a coleta regular. Em frente à minha casa há vários sacos de lixo há pelo menos 09 dias e nada. Quero que os responsáveis sintam a mesma coisa que eu”, disse uma moradora ao site Itacaré urgente.

Essa é a segunda manifestação popular em Itacaré pela falta de coleta de lixo, que não ocorre a uma semana na cidade. Cansados de esperar por uma solução os moradores insistem em realizar manifestações até que a situação seja resolvida.

Liminar suspende depoimentos de Lula e Marisa

lula e sua mulherUma liminar concedida na noite de terça-feira (16) por um integrante do Conselho Nacional do Ministério Público suspendeu a audiência marcada para esta quarta (17) para ouvir o ex-presidente Lula e sua mulher Marisa Letícia sobre o apartamento triplex no edifício Solaris, no Guarujá (SP). Já estava sendo organizada uma manifestação diante do prédio do Fórum da Barra Funda, em São Paulo, de grupos favoráveis a Lula e também contrários. A decisão liminar, que se aplica também à mulher do ex-presidente, vale até que o plenário do Conselho Nacional do Ministério Público analise o caso.

A liminar foi concedida pelo conselheiro Valter Shuenquener de Araújo, a partir de pedido de providências apresentado pelo deputado Paulo Teixeira (PT-SP), que invocou a violação do princípio do promotor natural, uma vez que a ação relativa à Bancoop, cooperativa que inicialmente construiu o prédio de apartamentos no Guarujá, estava na 5ª Vara da 1ª Promotoria de São Paulo, enquanto o procurador Cássio Cesarino, que convocou Lula para o depoimento, é integrante da 2ª Vara.

O conselheiro entendeu que há “fumaça do bom direito”, ou seja, motivos para suspender temporariamente os atos do promotor em razão de suspeitas. A liminar concedida suspende todos os atos praticados pelo promotor na investigação até que o plenário do conselho analise o caso. O conselheiro também determinou que a Procuradoria de Justiça de São Paulo seja intimada com urgência da decisão.

Prefeito descarta privatização ou concessão da Emasa

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, voltou a garantir o compromisso de não privatizar a Emasa, nem fazer uma concessão da empresa. Defendeu que o que é preciso, neste momento, é buscar parcerias que tragam recursos necessários para o avanço do sistema de saneamento municipal, que garanta o emprego dos servidores da empresa, que não represente aumento na tarifa e ofereça um serviço de excelência à sociedade.

 

Em artigo distribuído aos principais veículos de comunicação do sul da Bahia, neste final de semana, Vane anunciou um Chamamento Público para Procedimento de Manifestação de Interesses (PMI) visando à realização de estudos que demonstrem a viabilidade técnica e econômico-financeira da Emasa. “Trata-se de uma nova modelagem jurídica e institucional da empresa, adequada para subsidiar a implantação de um novo modelo de gestão dos serviços públicos de saneamento básico, inclusive o fornecimento de água e esgotamento sanitário no Município de Itabuna.

Vice-prefeito de Jequié diz ter recusado propina de R$ 3 milhões

001O vice-prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira, recebeu uma proposta de 3 milhões de reais em dinheiro para se aliar novamente ao grupo do deputado federal Roberto Britto e da prefeita Tânia Britto. Sérgio concedeu entrevista exclusiva ao Blog Junior Mascote na manhã deste domingo (24) e contou com riquezas de detalhes como aconteceu a tentativa de suborno a sua pessoa.

Tudo aconteceu no domingo, dia 17 de janeiro de 2016, quando ele estava em Barra Grande, lugar onde o deputado Roberto Britto também tem uma casa de veraneio. Uma pessoa que não teve o nome revelado, procurou Sério da Gameleira fazendo a oferta de 3 milhões de reais para que ele se afastasse do G9, grupo de nove vereadores que fazem oposição do governo Tânia Britto, e abrisse mão do pedido de afastamento da chefe do executivo que tramita na justiça.

A denúncia é ainda mais grave quando o vice prefeito afirmou que o interlocutor usou o nome da empresa Torre, responsável pela coleta de lixo em Jequié. A empresa Torre pertence a esposa do deputado Roberto Britto. Sérgio da Gameleira recusou a proposta e disse que tem provas suficientes para reafirmar o que disse ao Blog Junior Mascote.

A denúncia só veio à tona depois que Sérgio da Gameleira presenciou uma conversa no whatsapp de um homem conhecido como Júnior Cajaíba. Procurado pela reportagem, Junior Cajaiba se esquivou e disse: “fiz apenas uma pergunta e ele (Sérgio) se irritou”. O deputado Roberto Britto foi procurado pela reportagem para responder as denúncias e não obtivemos respostas até o fechamento dessa edição.

Câmara autoriza concurso público com mais de mil vagas em Itabuna

A Prefeitura de Itabuna receberá autorização para novo concurso público, após a Câmara de Vereadores aprovar alterações na Lei 2.042/2007. Em setembro do ano passado, quando anunciou que não concorreria à reeleição, o prefeito Claudevane Leite anunciou concurso público ainda no final de 2015.

Houve atraso no lançamento de edital para contratação de empresa responsável pela aplicação das provas, prevista para outubro do ano passado. Com a aprovação de projeto encaminhado pelo Executivo, o município fica autorizado a lançar concurso público e contratar mais de mil servidores, conforme informou o Pimenta.

O concurso substituirá postos preenchidos por profissionais com contratos precários de trabalho. A Prefeitura de Itabuna ainda não divulgou previsão de lançamento de edital do concurso público. O município tem restrições para contratar neste ano. O certame terá que ser feito e ter resultados homologados antes do período eleitoral.

A política como instrumento de transformação social

Por: Paulinho Santana, um jovem idealizador, amante pela política.

 

“A desgraça dos que não se interessam por política é que sempre serão governados pelos que se interessam”.

A célebre frase de Nicolau Maquiavel se encaixa tão bem nos dias de hoje que nem parece ter mais de 500 anos. A cada dia que passa nos deparamos com mais casos de improbidade administrativa, cabides de emprego, corrupção e desmandos na administração pública. Como consequência desse fato, a descrença na atividade política se torna cada vez mais forte. Entretanto, precisamos estar cientes de que quanto mais as pessoas de bem se afastam das discussões políticas, maior a possibilidade daqueles que se utilizam de cargos eletivos para se locupletarem, sem nada fazer pelo bem do povo, se perpetuarem no poder.

Há uma tendência equivocada de que todos os políticos são iguais, associando-se a ideia de “corruptos”, em verdadeiro descrédito popular. Infelizmente, em toda a atividade laboral há bons e maus profissionais. E não é diferente no meio político, onde existem políticos corruptos e incompetentes, mas também políticos comprometidos com a transformação social e com a melhoria de vida da coletividade em geral.

Não é à toa que ocorre o “voto de cabresto”, isto é, o voto do eleitor passa a ser moeda de troca por dinheiro, gratificação, cargo ou função, vantagens (interesses particulares), bens patrimoniais, dentre outras coisas. Isso é ilegal e imoral! Não se pensa mais no coletivo, nas melhorias sociais e sim naquilo que imediatamente lhe trará retorno, o “aqui e agora”, esquecendo-se do amanhã, podendo ser quatro anos de atraso e ignorância. Temos que entender que aqueles que compram votos, são os mesmos que utilizarão os recursos públicos em beneficio próprio, ou seja, desviarão dos cofres públicos o dinheiro da população que deveria ser empregado em saúde, educação, transportes, etc.

Este é um ano extremamente importante para o nossa cidade. Teremos eleições para prefeito e vereadores, e é fundamental que essa mobilização em prol de uma cidade melhor e mais transparente continue. A sociedade deverá estar atenta e consciente de que é de cada um de nós, o papel de expurgar da política através do voto, aqueles que não usarem seus respectivos mandatos para atender os anseios da população.

Há necessidade de apresentar uma visão política e social para uma Itabuna plausível, persuasiva e não utópica, para que se alcance a sociedade e crie a vontade e o comprometimento com uma transformação social e política de nossa cidade.

Não se deixe iludir com promessas infundadas, manobras e discursos “politiqueiros”, sem avacalhações e ofensas a candidatos e seus programas de governo. VOTE CONSCIENTEMENTE em candidatos a cargos eletivos com um passado limpo e com propostas voltadas para a melhoria de vida da coletividade, que traga qualidade de vida e dignidade.

Itabuna precisa continuar construindo um NOVO TEMPO!

Vereadora de Itabela é presa em Trancoso com pistola com numeração raspada

Na noite desta terça-feira (05) a vereadora de Itabela, Ana Jaria Santana (PMDB), conhecida como Jairinha, foi presa em Trancoso, distrito de Porto Seguro. A vereadora estava em veiculo com mais quatro pessoas, e na bolsa da vereadora foi encontrada uma pistola 380 com a numeração raspada, um carregador com 15 munições e 15 cartuchos. A vereadora foi encaminhada para a delegacia de Porto Seguro, já as outras pessoas prestaram depoimentos e foram liberadas. A vereadora vai responder pelos crimes de posse e porte ilegal de arma de fogo e munições.

Justiça determina o afastamento da Prefeita de Jequié

A justiça determinou o afastamento da Prefeita de Jequié, Tânia Britto, o mandado de número 141.2015009450-5 foi expedido pelo juiz Glauco Dainese de Campos. O afastamento da Prefeita do cargo de chefe do executivo foi motivado pelo crime de improbidade administrativa.Tânia-Britto

A liminar concedida pela justiça tem validade de 120 dias, período em que serão investigadas as contas da Prefeita, por que a justiça entendeu que a Prefeita Tânia Britto permanecendo no cargo poderia atrapalhar as investigações. Será feita uma investigação nas contas da Prefeitura de Jequié para tentar descobrir os supostos esquemas de corrupção. Os advogados de defesa podem entrar com um pedido de cassação da liminar e a prefeita retornar ao cargo a qualquer momento. Nesta terça feira (29), já assume o cargo pela primeira vez, o vice prefeito Sérgio da Gameleira.

TCM julgará contas de Vane

Prefeito Claudevane Leite, (PRB)

As contas de 2014 do prefeito Claudevane Leite (PRB) deverão ser julgadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) nesta semana. A análise e julgamento foi incluída na pauta de amanhã quinta-feira (17), tendo como relator o conselheiro José Alfredo Rocha Dias. As contas de 2013 foram reprovadas pelo tribunal. Já nesta quarta (16), serão analisadas as contas de 2014 do presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna, Aldenes Meira (PCdoB). O relator também será José Alfredo Rocha Dias. A prestação relativa a 2013 foram aprovadas pelo tribunal, ano passado, conforme divulgou o Pimenta.

Evento discute estratégias do PRB e presta homenagem a deputado federal do Rio Grande do Sul

O ultimo final de semana foi muito especial para o Partido Republicano Brasileiro na Bahia, que realizou um evento memorável na cidade de Senhor do Bonfim, há 400 km da capital baiana. Além de traçar as estratégias e metas do PRB para as eleições de 2016 no município, a executiva estadual e o diretório municipal puderam participar de uma homenagem prestada pela Câmara Municipal da Cidade, através da vereadora Lúcia Cerqueira, ao deputado federal pelo PRB do Rio Grande do Sul, Carlos Gomes, que viveu uma infância de muitas lutas e dificuldades como cidadão bonfinense.

Foi uma alegria imensa voltar a essa terra que vivi até os 13 anos de idade. Todas as minhas lembranças de infância são daqui de Senhor do Bonfim. Minha história serve de estímulo para mostrar a essas pessoas que é possível vencer, sair da linha da pobreza e crescer. Todas as dificuldades que passei em minha vida, me fazem hoje ter uma visão muito mais humanística da política”, disse emocionado o deputado federal Carlos Gomes (PRB-RS), que ainda completou: “E assim passamos a fazer política, olhando para as pessoas e para o desenvolvimento delas. Assim é o PRB, em sua grande maioria, composta de pessoas que vieram de baixo, e assim compreendemos a dor e o sofrimento do outro”.

Deputado Federal Carlos Gomes

Presente no evento, e liderando as discussões políticas do PRB no município, a deputada federal baiana, Tia Eron, destacou a importância dessa homenagem ao colega de trabalho no Congresso Nacional. “Um evento como esse que fazemos na cidade de Bonfim, sendo o primeiro do PRB aqui, foi extremamente proveitoso, sobretudo pela oportunidade de mostrar essa nova forma de fazer política, com ideal humano, representado pela pessoa do deputado Carlos Gomes, que se dispôs, voluntariamente, a visitar suas raízes. Era um homem que tinha tudo pra esquecer seu passado de dificuldades, mas não o fez, e acredito que tudo que ele passou serviu de experiência para se tornar alguém tão humano e tão idealista como ele é. Política não se faz mais com o fígado ou com vísceras, mas com inteligência. E isso foi muito bem demonstrado por meu colega nesse evento, onde foi merecidamente homenageado”, destacou a deputada e presidente do PRB na Bahia.

Deputados Federais gastam mais de 1 milhão com aluguel de carros; Davidson é um dos principais

O deputado federal Davidson Magalhães aparece em quarto lugar dentre os deputados federais baianos que mais gastaram verbas indenizatórias com locação de veículos. De acordo com levantamento, foram R$ 66.875,00 em nove meses de legislatura, segundo revela o Bocão News. É superado por Afonso Florence (PT) e José Carlos Aleluia (DEM), que gastaram R$ 80 mil cada um, e Cláudio Cajado (DEM), com gasto de R$ 70 mil. Os carros de Davidson foram alugados na Universo Locadora, empresa em nome de Alba Regina Cardoso e Alessandra Cardoso, ambas irmãs de um dos principais nomes do PCdoB no sul da Bahia, Ramon Cardoso.

“OPÇÃO PELO MENOR PREÇO”

Ao Pimenta, Davidson respondeu que os carros alugados, diferentemente do informado foram um Santa Fé e um VW Gol. A opção pela Universo Locadora, disse ele, se deu porque a empresa ofereceu o menor preço do mercado para locação dos mesmos. Questionado se considerava natural alugar os veículos em uma empresa com quadro societário formado por parentes de um dirigente do PCdoB, o deputado respondeu, por meio de sua assessoria, que considerava normal, “pois a escolha foi baseada no menor preço do mercado”.