Juiz aceita pedido da AETU e circulação de ônibus aumenta em Itabuna

Quem viu coletivos circulando pelas ruas de Itabuna, pode até pensar que a greve dos rodoviários terminou, mas está enganado. É que a AETU (Associação das Empresas de Transportes Urbanos) de Itabuna conseguiu, por meio de uma liminar, fazer com que fosse liberada parte da frota de ônibus. A liminar determinou que metade dos ônibus circule das 5 às 8 horas e das 17 às 20 horas. Já nos demais horários, a circulação deve envolver 30% da frota. Segundo nota emitida à imprensa, a AETU considerou abusiva a greve dos rodoviários, alegando o atual momento crítico enfrentado pelo país, com a paralisação dos caminhoneiros e a crise de abastecimento. “A população é diretamente atingida com a supressão do transporte coletivo urbano”, diz a associação.

Confira na íntegra a NOTA DE ESCLARECIMENTO DA AETU:

 

Leia mais…

Confusões e desentendimentos são registrados durante abastecimento de combustível em Itabuna

A escassez de combustível em Itabuna é uma constante. A greve dos caminhoneiros e transportadoras no Brasil, segue em seu oitavo dia e os prejuízos são imensuráveis. Em virtude disto, a gasolina e o álcool estão sendo tratados como ouro. Quando surge a informação de que chegou combustível em determinado posto as filas formam-se atravessando quarteirões.

Nesta terça-feira (29), não foi diferente. Um posto localizado na Av. Amélia Amado lotou com motoristas e motoqueiros, em uma fração de minutos a desorganização na fila gerou diversas discussões e, por pouco não levaram as vias de fato. Os ânimos a flor da pele, e a “farinha pouca, meu pirão primeiro”, foram os ingredientes para minar tais situações. A Polícia Militar foi acionada e conteve a emoção local. Foi necessário distribuir senhas de 1 a  100 para uma melhor organização e alinhamento da fila.

Transporte escolar suspenso por falta de combustível

O sindicato que representa os motoristas do transporte escolar anuncia que os veículos não circularão a partir desta segunda-feira (28) em Itabuna, devido à dificuldade de abastecimento. É mais uma dificuldade para pais que não possam levar os filhos para assistir às aulas. A total falta de combustível é constatada na cidade e muitos motoristas tentam recorrer a postos em cidades vizinhas.

Falta de combustível impede trabalho de taxistas em Itabuna

O dia chuvoso, tão propício para as pessoas usarem o serviço de táxis, teve em Itabuna o entrave da falta de combustível. Os postos não têm gasolina aditivada, nem álcool. Apenas em dois, sendo um na avenida Juracy Magalhães, há um restante de óleo diesel.

Táxis parados na Av. Princesal Isabel, em Itabuna.

Por isso, os profissionais que dependem do veículo para trabalhar, acabam buscando em outros municípios. É o caso do taxista Ricardo Pereira de Oliveira, que tentará abastecer em Olivença, onde soube que ainda tem gasolina. “Desde quinta não tem combustível em Itabuna. É uma situação difícil, mas eu apoio os caminhoneiros”, afirmou ao Diário Bahia.

A mesma situação é enfrentada por mototaxistas, que acabam dispensando corridas por ter pouco combustível em estoque. O desabastecimento é uma das consequências da greve dos caminhoneiros, iniciada segunda-feira (21).

Protestos chegam ao sexto dia e caminhoneiros seguem com manifestações em rodovias brasileiras

Mesmo com a determinação do governador Michel Temer (PSDB) de colocar nas ruas as forças nacionais e federais, a paralisação dos caminhoneiros entra no seu sexto dia neste sábado. Em Minas Gerais estão bloqueados 63 trechos em rodovias federais. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), em todos os pontos somente os veículos de carga estão sendo impedidos de circular. Os carros seguem normalmente.

Os seguidos dias de manifestações já afeta alguns serviços. Risco de desabastecimento de água. Suspensão da coleta de lixo. Falta de materiais nos hospitais. Postos sem gasolina e álcool. Escolas, universidades e faculdades sem aula. Parques e zoológicos fechados. Esses são alguns dos serviços públicos prejudicados em Minas Gerais devido aos protestos de caminhoneiros contra a alta no preço dos combustíveis.

Justiça determina retorno da Dom Parking e cobrança da Zona Azul em Itabuna

A Justiça determinou nesta sexta-feira (25), o retorno imediato das atividades da Dom Parking Estacionamentos, em Itabuna. A liminar, concedida pelo juiz Ulysses Maynard Salgado, da 1ª Vara da Fazenda Pública, suspendeu os efeitos do Decreto nº 12.895/18, que extinguia a concessão do serviço público, cancelando, assim, o contrato com a Dom Parking. O sistema rotativo pago de estacionamento, o Zona Azul, deve voltar a ser administrado pela Dom Parking logo a partir deste sábado (26). A empresa atua em Itabuna desde 2014. Uma multa diária de R$ 5 mil até o limite de R$ 60 mil poderá ser aplicada à prefeitura em caso de descumprimento da decisão.

Buzinaço em Itabuna

Em meio a tarde “tranquila” desta sexta (25), um grupo de mototaxistas juntamente com vários automóveis de passeio e caminhoneiros, realizou um verdadeiro buzinaço dentre as ruas e adjacências do centro da cidade. O ato foi realizado em apoio a greve dos caminhoneiros que continua em todo Brasil.

O presidente Michel Temer já convocou as Forças Federais (que contemplam as Forças Armadas, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária e a Força Nacional) para desbloquear as rodovias fechadas por protestos. A paralisação dos motoristas de caminhões contra a alta do preço do diesel completou cinco dias, apesar do acordo anunciado pelo Governo.

As consequências da greve vão desde hospitais com falta de medicamentos; supermercados desabastecidos; postos de combustíveis sem etanol, gasolina e diesel; voos cancelados; entre outros.

Trabalhadores da UPA do Monte Cristo entrarão em greve na segunda (28)

Os funcionários da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) 24 horas do Monte Cristo, em Itabuna, decidiram, em assembleia, iniciar greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda (28). O movimento é pelo atraso de salário do mês de abril.

Segundo a direção do Instituto Bom Jesus, empresa que administra a UPA, a Secretaria de Saúde de Itabuna ainda não pagou pelos serviços prestados no mês anterior. O município somente deverá pagar a fatura de abril após a conclusão de auditoria nos serviços prestados pela UPA. O Conselho Municipal de Saúde estranhou a suspensão do pagamento. “Quem presta serviço, tem que receber independente de revisão dos contratos”, conclui.

As direções do Sindicato dos Trabalhadores de Saúde de Itabuna (Sintesi) e do Sindicato dos Técnicos e Auxiliares de Enfermagem (Sindtae) emitiram nota na qual dizem entender o dilema da empresa Instituto Bom Jesus, mas fazem a cobrança do que é devido aos trabalhadores.

GREVE NO CEMEPI

Ainda de acordo com os dirigentes sindicais, funcionários do hospital pediátrico Cemepi – antigo Ipepi – passam pela mesma situação. Lá, os funcionários também podem decidir por uma paralisação dos serviços em uma assembleia que ocorrerá nesta quinta-feira.

Itabuna fica sem água e Emasa culpa a Coelba

Interrupções no fornecimento de energia elétrica nas duas principais estações de captação da Emasa, em Rio do Braço e Mutuns, deixam Itabuna sem água desde a tarde de ontem. Segundo a Emasa, as interrupções começaram ontem à tarde e durante toda a madrugada. “Todo o sistema de captação está paralisado”, informa a empresa em nota. A culpa pela falta d´água é atribuída à Coelba. “A Emasa espera a Coelba resolver o problema o mais rápido possível para que possa voltar a cumprir seu cronograma de abastecimento. Enquanto isso não acontece, aconselha-se economizar, ainda mais, o uso da água”, reforça a empresa municipal em nota.

Moradores do Itabuna Park sem energia

Moradores do Itabuna Park, denunciam vários postes com defeito que não acendem ou oscilam, não desempenhado seu papel como deveriam proporcionando um risco descomunal para assaltos e crimes piores, pois nas condições em que o local se encontra não é possível nem ver um palmo a sua frente. Veja acima a diferença nas fotos do mesmo local.

SAS fortalece ações destinadas aos usuários do Centro Pop

A Secretaria De Assistência Social de Itabuna fortaleceu as ações do Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP). O programa instalado na Rua F, n° 16 Bairro Jardim Grapiúna (Próximo ao Tiro de Guerra), atende aproximadamente 110 pessoas por mês e fornece, diariamente, café da manhã e lanche aos moradores de rua que se direcionam ao local.

Além dessas refeições, o Centro Pop disponibiliza ainda banheiro para o banho, com a entrega de itens de higiene pessoal, como sabonetes, toalhas, bem como a de doação de roupas, lençol e agasalhos, quando disponível pelo Centro.

Protesto no Daniel Gomes paralisa transporte público

Moradores do bairro Daniel Gomes exerciam do direito a protesto ontem por volta das 11h, exigindo melhorias nas vias públicas do local, pois a terra e o lamaçal tem dificultado a vida dos moradores que incessantemente tem de atravessar o local correndo risco de atolamento, e a sujeira que toma suas casas é quase insuportável. “Nada fica limpo!” afirmou o um dos moradores que lideravam o protesto. Os ônibus eram barrados durante as reivindicações por uma espécie de barricada improvisada, felizmente a circulação dos ônibus foi liberada perto do meio dia porem de forma limitada, para que parte da população fosse atendida e o protesto continua-se.

Itabuna registra mais dois casos suspeitos de H1N1

Deu entrada nas duas unidades hospitalares de Itabuna, Santa Casa e Hospital de Base, Duas pessoas suspeitas de H1NI. A redação do Blog do Tom, manteve contato com o Secretário de saúde Deivys Guimarães, que informou os dois casos suspeitos na cidade.

Uma outra informação passada pela Secretaria de Saúde, é que continua internado na Santa Casa de Itabuna, o homem que foi detectado com H1N1 depois dos exames do LACEM em Salvador. O quadro de saúde é estável  e vem sendo acompanhado por uma equipe de infectologistas.