ITACARÉ: PREFEITO DISCUTE COM PASTORES SOBRE A 10ª MARCHA PARA JESUS

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, se reuniu neste sábado com pastores e ministros evangélicos de diversas congregações para tratar da organização da 10ª Marcha para Jesus 2019, que acontecerá no dia 13 de julho. A proposta é de realizar um grande momento de louvor a adoração, contando com a participação de fiéis das mais diversas igrejas evangélicas de Itacaré e outros municípios, além de adeptos de outras religiões para bendizer e glorificar no nome de Jesus Cristo e propagar seus ensinamentos.
O objetivo, segundo informou o prefeito, é unir a todos e realizar um evento organizado, participativo e com muita fé, transformando a Marcha num momento verdadeiramente de louvor. A realização é da Prefeitura Municipal e da Ordem dos Ministros Evangélicos de Itacaré(Omedi), contando com o apoio dos pastores e ministros evangélicos de diversas igrejas de Itacaré. Antônio de Anízio também destacou a importância do evento para o turismo da cidade, já que Itacaré vai estar recebendo fiéis de vários municípios e até de outros estados que virão para participar desse momento de louvor.

E esse ano a 10ª Marcha para Jesus de Itacaré terá como atração musical a cantora Bruna Karla, considerada como um dos grandes nomes da música cristã da atualidade. Bruna Karla nasceu no Rio de Janeiro e é uma das maiores cantoras brasileira de música cristã contemporânea. Em 2010, foi indicada ao Grammy Latino na categoria “Melhor Álbum de Música Cristã em Língua Portuguesa” com o álbum Advogado Fiel, sendo novamente indicada na mesma categoria em 2013 com o álbum Aceito Teu Chamado, e 2015 com o álbum Como Águia E em 2017, foi indicada mais uma vez na mesma categoria com o álbum Incomparável.
No encontro com os pastores o prefeito Antônio de Anízio ressaltou a importância do evento onde todos estarão juntos, unidos e fortalecidos nesse momento de louvor, orações e de alegria para ressaltar o nome de Deus. De acordo com ele, a Marcha para Jesus é importante não somente pelas atrações que virão exaltar o nome de Jesus, mas também pela oportunidade de moradores de diversos bairros e comunidades da cidade e turistas estarem juntos pedindo paz, alegrias, bênçãos e orações para o município e para todo o Brasil.

ELEITOR FALTOSO TEM ATÉ HOJE PARA EVITAR CANCELAMENTO DE TÍTULO

Termina nesta segunda-feira (6) o prazo para os eleitores faltosos nas últimas três votações evitarem o cancelamento do título. Para isso, é preciso pagar as multas referentes às ausências, bem como comparecer a um cartório eleitoral para apresentar, além do título, um documento com foto e um comprovante de residência.

O processo pode ser iniciado pela internet, no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para somar as três faltas, são contados também os turnos de votação. São consideradas ainda as eleições suplementares, convocadas quando o pleito oficial é anulado devido a irregularidades. Caso esteja em dúvida sobre sua situação, o eleitor também pode consultar o site do TSE.

Segundo informações do TSE, mais de 2,6 milhões de pessoas podem ter o título cancelado caso não resolvam a pendência. Desse total, apenas 93.702 regularizaram a situação desde o início do prazo, no início de março.

O cancelamento do título pode acarretar uma série de problemas. A pessoa fica, por exemplo, impedida de obter passaporte e carteira de identidade, de receber salário de função ou emprego público e de participar de concorrência pública ou administrativa estatal.

O faltoso fica ainda impossibilitado de obter empréstimos em instituições públicas, de se matricular em instituições de ensino e de ser nomeado em concurso público.

Não terão os títulos cancelados aqueles que não são obrigados a votar, sendo seu comparecimento às urnas facultativo, como as pessoas entre 16 e 18 anos e acima de 70 anos. Também não estão sujeitos à medida os portadores de deficiência a quem seja impossível ou extremamente oneroso o cumprimento das obrigações eleitorais.

Os números dos títulos cancelados começarão a ser divulgados em 24 de maio.

Policial enviou áudio em grupo antes de ser baleado e morto em assalto a ônibus na BA: ‘Um está preso aqui’

O investigador da Polícia Civil, Pedro Rodrigues do Carmo Filho, de 53 anos, que foi morto durante um assalto na BR-324, em Salvador, neste sábado (4), mandou um áudio através de Whatsapp relatando que tinha conseguido abordar os assaltantes. Um foi baleado no local e morreu, o outro conseguiu fugir, mas foi capturado pela polícia no início da noite deste sábado.

Conforme informações iniciais da polícia, Pedro teria sido vítima de uma tentativa de assalto. Em seguida, a polícia constatou que os passageiros do ônibus tiveram os pertences levados pela dupla.

A mensagem enviada por Pedro no grupo do aplicativo foi encaminhada para a equipe de reportagem da TV Bahia por meio de um policial que preferiu não se identificar.

“C-Q15 comigo. Pedro Rodrigues aqui na BR, pai. Assalto a coletivo. Eu baleei um. Um está preso aqui comigo, meu irmão”, disse Pedro antes de ser morto.

Pedro tinha mais de trinta de polícia. Ele trabalhava na 29ª delegacia, no bairro de Plataforma, na capital baiana. O filho da vítima, Anderson Carmo disse que faltava pouco tempo para o pai se aposentar.

“O que a gente fazia era contar os dias para ele se aposentar. Infelizmente não vamos comemorar esse dia”, lamentou Anderson.

Mulher morre após ser agredida com um soco pelo companheiro e bater a cabeça na parede

Uma mulher foi morta pelo companheiro, depois de receber um soco e bater a cabeça na parede. O crime aconteceu na madrugada desta sexta-feira (3), na cidade de Casa Nova, no norte da Bahia.
O suspeito confessou o crime e contou que a briga teria sido motivada por ciúme. O caso está sob investigação. Conforme a polícia, o homem, identificado como Agnaldo dos Santos Carvalho, deu um soco na vítima, que bateu a cabeça na parede e não resistiu.
O corpo da vítima, Maria Pereira dos Santos, foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (PDT) de Juazeiro, na mesma região do estado. Agnaldo foi levado para a carceragem da Delegacia de Casa Nova. Segundo a polícia, ele será encaminhado para o Conjunto Penal de Juazeiro, onde ficará à disposição da Justiça.

Dois morrem em acidente envolvendo ônibus que levava time sub-15 do Bahia

Um acidente envolvendo um ônibus, que transportava os jogadores do time sub-15 do Esporte Clube Bahia, e um caminhão, na BR-251, deixou 24 feridos e duas vítimas fatais na manhã deste sábado (4). O acidente aconteceu próximo a cidade de Santa Cruz de Salinas, em Minas Gerais.

A equipe juvenil do Bahia viajava a São Paulo para disputar a Copa Nike.

A assessoria do Bahia informou em nota que os jogadores passam bem. Alguns integrantes da comissão técnica, porém, sofreram ferimentos e foram encaminhados para atendimento médico.

O motorista do ônibus, Carlos Oliveira Pacheco, não resistiu e morreu na hora.

A outra vítima fatal é o motorista do caminhão, que ficou preso às ferragens após o impacto e morreu no local do acidente.

Os feridos foram levados aos hospitais de Salinas e Taiobeiras.

Delegado agonizou 20 minutos até ser socorrido, diz policial

Um total de 98.227 mil eleitores identificados como faltosos poderá ter o título cancelado, caso não procure um posto ou cartório da Justiça Eleitoral até o próximo dia 6 de maio, para regularizar a situação, segundo informações divulgadas pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA).

São considerados faltosos aqueles que não votaram nem justificaram a ausência nas três últimas eleições (regulares ou suplementares), sendo cada turno de um pleito considerado uma eleição. Em Salvador, conforme o TRE, 7.439 eleitores estão passíveis de cancelamento.

No portal do TRE-BA, é possível fazer a consulta da situação eleitoral de forma simples e gratuita. Basta procurar a opção “situação eleitoral”, no canto superior esquerdo da página principal. Após preencher o nome completo ou número do título, o serviço indicará se o título está regular ou irregular.

O eleitor irregular deverá comparecer a um cartório ou posto da Justiça Eleitoral munido de documento oficial com foto e comprovante de residência. Além disso, será necessário pagar uma multa no valor aproximado de R$ 3,50 (por cada ausência sem justificativa). O processo de regularização pode ser iniciado pela internet, na página do TRE, seguindo o caminho: Eleitor e eleições> Débitos do eleitor.

Após o preenchimento dos dados pessoais, a página possibilitará a emissão de Guia de Recolhimento da União (GRU) para a quitação da multa. Depois de emitir a GRU e realizar o pagamento da pendência, o eleitor precisará se dirigir apenas uma vez ao cartório eleitoral para regularizar a situação.

O prazo para atualização do Cadastro Eleitoral está previsto na Resolução do TSE nº 23.594/2018, que estabelece todos os procedimentos relativos ao cancelamento dos títulos eleitorais e à regularização da situação dos eleitores. Segundo o TRE-BA, os nomes dos eleitores e os números dos respectivos documentos cancelados serão disponibilizados pela Justiça Eleitoral a partir do dia 24 de maio.

Delegado agonizou 20 minutos até ser socorrido, diz policial

Antes de ser socorrido para o Hospital Base de Itabuna, o delegado José Carlos Mastique agonizou durante vinte minutos no chão. Essa é a versão contada em depoimento pelo investigador da Polícia Civil José Jorge Figueiredo dos Santos, que estava com o delegado quando ele foi morto por policiais militares no último domingo (28), em Itabuna. Os PMs foram identificados como soldado Sérgio Rocha Moreira e cabo Cleomario de Jesus Figueiredo, ambos lotados no 15º Batalhão de Polícia Militar (15º BPM/Itabuna), e foram presos nessa terça-feira (30). José Jorge, que é lotado na 13ª Delegacia (Cajazeiras), foi convocado para vir a Itabuna pelo delegado Mastique, também de Cajazeiras, porque ele estava operado e não poderia dirigir até a cidade.

O jornal Correio teve acesso a informações do Termo de Depoimento de Testemunha de José Jorge, registrado na 6ª Coordenadoria de Polícia do Interior (6ª Coorpin/Itabuna), que investiga o caso. No documento, o policial conta que ele e o delegado morto foram a um posto de gasolina para comprar cigarros. José Jorge deu a mesma versão do Sindicato dos Policiais Civis (Sindipoc) de que uma mulher estava sendo agredida por um homem que, depois, eles descobriram ser policial militar. O investigador afirmou que ele e Mastique tentaram intervir na briga e chamaram uma viatura da PM que, ao chegar no local, apoiou os policiais militares. “Chegou uma viatura com dois policiais e doutor Mastique, ao perceber a chegada da viatura, se identificou como delegado, mostrando a carteira funcional em uma das mãos. Eu acredito que, ao identificar que a outra parte se tratava de um policial militar, os policiais que ali chegaram passaram a ter uma postura diferente, mandando que tanto eu quanto o doutor Mastique deitássemos ao chão, mas nós recusamos”, contou José Jorge durante o depoimento. Ainda segundo o policial civil de Cajazeiras, Mastique dizia diversas vezes que era delegado e, mesmo assim, um dos policiais militares retirou da cintura uma das armas e disparou contra ele, que foi atingido do lado esquerdo do peito. “Fui até onde ele estava e vi que ele estava ferido.

Olhei a pulsação e solicitei que dessem socorro a ele e lhes disse: ‘Olha a merda que vocês fizeram, atiraram em um delegado’ e eles mandaram que eu me deitasse ao chão. Eu, sem alternativa, me deitei”, afirmou o investigador. Após o tiro, ainda segundo o depoimento, o delegado ficou no chão, sem socorro. Durante esse tempo, os policiais mandaram José Carlos entregar a arma. “Eu não entreguei a arma para eles porque tive medo que eles atirassem em mim também. Eu solicitava que eles dessem socorro ao delegado e eles me deram voz de prisão. Eles não trouxeram para a delegacia nenhuma pessoa que estava no local e que presenciaram tudo”, relatou. O socorro só foi prestado quando um tenente da PM chegou ao local do crime. Ele colocou o corpo do delegado na parte de trás da viatura e levou ao hospital, onde foi constatada a morte. Já a versão do 15º BPM diz que, antes do crime, o delegado estava com o carro estacionado no Posto Jequitibá. Um morador que passou pelo local, por volta das 4h, estranhou o carro parado e viu que havia um homem armado no veículo. A testemunha teria entrado em contato com a PM informando que suspeitava de que ocorreria um assalto no posto.

A PM informou que esteve no local, notou que o suspeito estava “alterado” e que sacou a arma, sem se identificar como delegado. Foi quando ele teria levado o tiro no peito. O caso é investigado pela 6ª Coorpin, com apoio da Corregedoria-geral da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA). O corpo de José Carlos foi enterrado nesta segunda-feira (29). O enterro ocorreu no Cemitério do Campo Santo, no bairro do Pontalzinho, na própria cidade itabunense. O delegado, que estava há 15 anos na Polícia Civil, era casado e deixa um filho. As informações são do Correio24horas

Homem é assassinado a tiros no Salobrinho em Ilhéus

Na noite desta quarta-feira (01), feriado do Dia do Trabalhador, um homem foi assassinado a tiros no bairro do Salobrinho, em Ilhéus. Fabiano Martins de Jesus, 36 anos, foi morto assassinado na Rua do Campo, por indivíduos a bordo de um veículo de cor prata.

O Samu Samu 192 chegou a ser acionado, mas os paramédicos já encontraram a vítima sem sinais vitais. A Polícia Militar esteve no local e isolou a a´rea do crime até a chegada de uma equipe do Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus, que removeu o corpo. O crime será investigado pela equipe operacional do Núcleo de Homicídios da 7ª Coorpin/Ilhéus.

Rui Costa diz que aumento do desemprego é consequência da má condução da economia

governador da Bahia, Rui Costa (PT), lamentou nesta terça-feira (30) o aumento do desemprego registrado no país. Em entrevista coletiva durante ato em homenagem a Tiradentes na Vila Militar, o petista afirmou que o índice é consequência da má condução da economia.

“O desemprego infelizmente é muito em função da economia brasileira. O desemprego voltou a crescer no Brasil. Infelizmente, a economia brasileira está reagindo muito mal à condução que está sendo feita do nosso país. O emprego reage de acordo com a economia. Se a economia vai mal, o emprego vai mal”, avaliou.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 13,4 milhões de brasileiros procuravam emprego no primeiro trimestre.

Mulher é morta a tiros dentro de bar em Camaçari

Na noite desta terça-feira (30), por volta das 19h30, uma mulher foi morta a tiros no município de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com informações de testemunhas, Liliane Garcia Barbosa, de 30 anos, foi baleada quando estava em um bar, no centro da cidade.

Após ser alvejada, a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O crime deverá ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ainda não há informações sobre autoria e motivação.  Liliane deixou um filho.

Policiais Militares da guarnição envolvida no caso Mastique têm prisão decretada

Nesta terça-feira (30), a justiça decretou a prisão temporária de todos os policiais militares que estavam em serviço na ação que culminou na morte do delegado José Carlos Mastique de Castro Filho, 55 anos.
Dois policiais militares já foram presos, por força de mandados judiciais. A dupla, lotada no 15° BPM, presta esclarecimentos sobre a ocorrência, na sede da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), em Itabuna. As prisões têm caráter temporário  de 30 dias, e o objetivo delas, segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, é garantir que não exista a possibilidade de interferência nas investigações. 
Os policiais ficarão detidos na sede do 15º batalhão. Mastique foi atingido com um tiro no peito deflagrado por Cleomario Figueiredo, cabo da Polícia Militar que estava em serviço. O caso aconteceu na madrugada do último domingo (28), na Av. Felix Mendonça, em Itabuna. (Relembre aqui)

As investigações acerca do que pode ter ocorrido na ocasião seguem em andamento. Testemunhas do caso começaram a ser ouvidas nesta terça-feira (30). Na segunda-feira (29), Nelson Gaspar  Álvares Pires Neto, Corregedor-Geral do Estado passou a acompanhar as investigações de perto, a pedido do Secretário Estadual de Segurança Pública, Maurício Telles Barbosa.

DECISÃO DE FERNANDO SUSPENDE PROJETO ESPORTIVO QUE ATENDEU 5 MIL PESSOAS

O projeto que já atendeu cerca de 5 mil pessoas com aulas de tênis de mesa no Colégio Ciso, em Itabuna, sofreu um duro golpe, ontem (29). Por decisão da Secretaria de Educação de Itabuna, as seis mesas profissionais utilizadas no projeto foram retiradas do colégio. O projeto social contemplava alunos do Ciso e de colégios da rede pública, além de pais ou responsáveis pelos alunos. Somente neste ano, o projeto deveria beneficiaria 600 pessoas, segundo estimativa do coordenador e técnico da Seleção de Tênis de mesa de Itabuna, Marcos Júnior.

De acordo com Júnior, houve uma tentativa de negociação com o município para cessão das mesas, porém a surpresa veio na manhã de segunda (29), quando o conjunto esportivo foi levado do colégio. O tênis de mesa de Itabuna, afirma, conta com mais de 200 títulos estaduais e nacionais no período do projeto, inaugurado há cerca de 10 anos.

O tênis de mesa não fazia parte dos Jogos do Ciso e dos Jogos Estudantis de Itabuna. A modalidade foi incluída nestas competições a partir do projeto, na década passada. A retirada do conjunto de mesa ocorre agora devido ao fim do convênio da Secretaria de Educação de Itabuna com o colégio, um dos mais tradicionais do município.

– Fico profundamente triste por ver tamanha falta de bom senso de uma gestão que não tem amor pelas pessoas. Dizem lutar pela educação, mas fecham escolas. Dizem lutar pela saúde, mas fecham postos médicos e, por fim, acabam com o esporte da cidade – lamenta o treinador e coordenador do projeto.

A Secretaria de Educação de Itabuna informou ao próprio Marcos Júnior que as mesas serão redistribuídas em três escolas da rede municipal. Para ele, dificilmente o projeto terá o retorno obtido até aqui, por falta de profissionais especialistas na modalidade.

OUTRO LADO

A secretária de Educação de Itabuna, Nilmecy Gonçalves, disse que “não há absolutamente nada, nenhum documento, acordo ou projeto que regulamente a utilização desse patrimônio [as mesas profissionais] nem pelo Ciso nem pela Associação de Tênis de Mesa de Itabuna”.

A secretária não informou, porém se há disposição em firmar convênio na área de esporte com o colégio ou a associação. O rompimento do convênio ocorreu de forma unilateral, pelo município, quando o vereador Júnior Brandão, um dos coordenadores do Ciso, votou contra o projeto que muda o regime jurídico dos servidores municipais.

Ainda segundo a secretária, o município desenvolverá ações voltadas ao tênis de mesa no ano letivo de 2019, que deverá começar em maio. O município informou a existência de Assessoria de Esporte e Lazer para comandar o projeto. O município não dispõe de especialista ou técnico em tênis de mesa, de acordo com Marcos Júnior, daí a preocupação com a atitude da Secretaria.

Polícia Civil ouve a partir desta terça-feira testemunhas do caso Mastique em Itabuna

Nesta terça-feira (30), a Polícia Civil de Itabuna ouve, testemunhas do caso policial que culminou na na morte do delegado José Carlos Mastique de Castro Filho, 55 anos, na madrugada do último domingo (28), na Av. Felix Mendonça, em Itabuna. O delegado foi atingido com um tiro no peito deflagrado por Cleomario Figueiredo, cabo da Polícia Miliatr que estava em serviço. (Relembre aqui).

Coordenador regional da Polícia Civil, o delegado André Aragão coordena as oitivas. Um Policial Civil lotado em Salvador, que estava na companhia do delegado e a mulher envolvida no caso estão entre os que prestarão depoimento. A Polícia Militar e o Sindicato de Polícia Civil têm divergido, nos últimos dias, sobre o que pode ter acontecido.

Mastique estava na Polícia Civil há 15 anos e estava lotado na 13ª Delegacia Territorial, em Salvador. O corpo do policial foi sepultado, na manhã desta segunda-feira (29), no Cemitério Campo Santo, em Itabuna. Muitos familiares, amigos e colegas de profissão de Mastique participaram do ato de despedida.

Auxiliar de Enfermagem Morto a Tiros em Condomínio


Na noite desta segunda-feira (29), um homem identificado como Gildevan Bispo foi morto a tiros, no Condomínio Pedro Fontes I, no bairro São Roque em Itabuna. Auxiliar de enfermagem, Gildevan era bastante popular em Itabuna e há muitos relatos em redes sociais de que era pessoa de bem. Uma das linhas de investigação, é de que bandidos locais suspeitaram de que ele fosse informante da polícia. 

Informações de testemunhas dão conta de que Gildevan foi executado com cerca de seis tiros. O corpo dele ficou ao lado do seu veículo, um Ford Escort de cor preta e placa JOE-1789, licenciado em Coaraci-BA. Contudo, relatos indicam que Gildevan tinha acabado de chegar em uma motocicleta. Ele deixa esposa e dois filhos. Ainda hoje, mais fotos e informações acerca deste homicídio.

 

 

Líder comunitário é encontrado morto dentro de casa em Ilhéus

O vice presidente da Associação de Moradores da Gamboa, região do bairro Conquista em Ilhéus, de prenome Arailton, foi encontrado morto em sua residência. A namorada e amigos dele sentiram falta do líder comunitário desde o último sábado (27).

Eles tiveram que arrombar a porta da casa, e encontraram Araílton sem sinais vitais. Uma perícia constatará a causa da morte. O corpo de Araílton foi sepultado, sob forte comoção, neste domingo (28)