Estado prorrogado proibição de shows e aulas presenciais

Os shows e as aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada continuam suspensos em toda a Bahia. O Governo do Estado decidiu prorrogar até 28 de fevereiro o decreto nº 19.586, que venceria neste domingo (21).

O decreto ainda proíbe a realização de atividades com público superior a 200 pessoas, a exemplo de passeatas, feiras, circos, eventos científicos, desportivos e religiosos. Shows e festas, públicas ou privadas, seguem proibidos independentemente do número de participantes.

Cerimônias de casamento e solenidades de formatura podem ser realizadas desde que limitadas a até 200 pessoas. A parte festiva desses eventos não está permitida.

Animais venenosos fizeram mais de 400 vítimas no sul da Bahia

Entre 1º de janeiro e segunda-feira (17) foram notificados 411 ataques de animais peçonhentos em 27 municípios sul-baianos. Mais de 50% das ocorrências foram registradas em Itabuna e Ilhéus, conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde.

Somente em Itabuna foram 147 ataques de animais venenosos como cobras, escorpiões, aranhas e abelhas. Esses ataques resultaram em duas mortes. Em Ilhéus foram registrados 67 ocorrências e dois óbitos. Outros municípios com números considerados altos de ataques de animais peçonhentos são Barro Preto (13 casos), Camacan (11), Ibicaraí (14), Itajú do Colônia (19), Pau Brasil (17) e Una (11).

JEQUIÉ

O município baiano com maior quantidade de pessoas atacadas por animais venenosos é Jequié, que já contabiliza 464 notificações. Depois aparece Feira de Santana, com 319 ocorrências. Neste ano, os animais peçonhentos já causaram 9.209 acidentes e 32 mortes em todo o estado. Já nos 12 meses de 2016 foram 15.235 ataques e 60 mortes. No período Itabuna registrou 178 casos e Ilhéus outros 170.