Jubarte é achada morta; estado lidera ranking de encalhes no país

Uma baleia jubarte com cerca de 10 metros de comprimento foi encontrada morta, após encalhar no fim da tarde do último domingo, no distrito de Trancoso, famoso destino turístico da cidade de Porto Seguro.

Baleia com cerca de 10m é encontrada morta em Trancoso (Foto: Uemisson Dos Anjos Ferreira/Arquivo pessoal)

Segundo informações da veterinária do Projeto Baleia Jubarte, Adriana Colosio, uma equipe da entidade, que fica em Caravelas, também no sul da Bahia, foi enviada ao local do encalhe para coleta amostras biológicas com intuito de fazer exames. Ainda segundo a veterinária, a prefeitura da cidade também foi acionada para fazer a remoção da carcaça do animal.

 

Suspeito de liderar chacina em Porto Seguro é preso em Buerarema

A Polícia Civil prendeu na manhã de segunda-feira (13) o homem suspeito de liderar a chacina que resultou em oito pessoas mortas, em Porto Seguro, no último dia 5. Antônio dos Reis de Jesus, 30 anos, mais conhecido como ‘Du Reis’, foi preso por volta das 7h da manhã, na cidade de Buerarema, no sul da Bahia. Segundo a polícia, ele já possuía dois mandados de prisão em aberto.

No mesmo dia, só que a tarde, no bairro Baianão, em Porto Seguro, os policiais prenderam Makis de Jesus Santos, 18 anos – também suspeito de integrar a quadrilha que realizou o massacre. Também foram apreendidos em imóveis diferentes quase 11 quilos e meio de maconha, cocaína e crack, cinco balanças de precisão, quase R$ 6 mil em dinheiro, um revólver, uma pistola, dois simulacros de pistola e munição de diversos calibres. Para a polícia, as armas foram utilizadas na chacina.

A operação foi uma força conjunta de policiais da 23ª Coorpin (Eunápolis), 6ª Coorpin (Itabuna) CATE / Depin e Coe.

Espírito Santo chega ao 6º dia sem PMs nas ruas; 101 mortes até o momento

O Espírito Santo chega nesta quinta-feira (9) ao sexto dia sem policiais militares nas ruas. Ônibus vão voltar gradativamente a circular na Grande Vitória, mas apenas poucos coletivos foram vistos nas ruas. Algumas lojas devem abrir, mas escolas e faculdades continuam fechadas. O patrulhamento tem sido feito por 1,2 mil homens Forças Armadas e pela Força Nacional, e o efetivo deve chegar a quase 1,9 mil nesta quinta.

Cento e uma pessoas morreram de forma violenta no estado desde sábado (4), quando começou o protesto de familiares de PMs que impedem a saída dos policiais dos batalhões. Os números são do sindicato da Polícia Civil. O governo não tem divulgado balanços.

GREVE

Os familiares pedem reajuste salarial para os PMs, que é proibida de fazer greve. O governo diz não ser possível atender o pedido e acusa algumas lideranças movimento de fazer chantagem.

Uma reunião na quarta-feira (8) entre os manifestantes e o governo do estado terminou sem acordo. Um novo encontro está marcado para as 14h desta quinta, com a contraproposta do governo.

REFORÇO

O governo federal anunciou ontem o envio de mais 550 homens das Forças Armadas e 110 da Força Nacional, composta de militares de outros estados. Eles vão se juntar aos mil militares do Exército e 200 da Força Nacional que atuam no Espírito Santo desde o início desta semana. Duzentos homens da Aeronáutica que fazem parte do reforço chegaram na noite de quarta a Vitória.

‘Tragédia não foi maior porque acabou munição’, diz delegado sobre chacina em Porto Seguro

A tragédia de domingo (05) em Porto Seguro poderia ter sido maior, se a munição dos bandidos não tivesse acabado. A declaração foi dada pelo delegado Moisés Damasceno, coordenador regional da Polícia Civil.

Conforme depoimentos colhidos junto aos sobreviventes da tragédia, muitas pessoas se esconderam no banheiro, mas foram encontradas pela quadrilha e, mesmo assim, conseguiram escapar.

O delegado cita o caso de um homem que, na saída da casa, foi abordado por um dos assassinos que lhe disse que ele era uma pessoa de sorte, “pois a munição do grupo havia acabado”, frisa o delegado.

As investigações apontam ainda que, horas antes da chacina, as vítimas teriam se envolvido em uma confusão na orla norte da cidade. A polícia também não possui elementos para ligar a chacina ao fato de metade das vítimas ser filhos de policiais.

ARMAMENTO PESADO – A quadrilha usava armamento de grosso calibre, coletes à prova de bala, roupas camufladas e brucutus. “Se apresentaram como policiais, colocando as pessoas todas deitadas no chão e as executando“, afirma.

Moisés Damasceno reforça que toda a polícia está empenhada na elucidação do crime, que deixou oito pessoas mortas e uma ferida. Alguns suspeitos já teriam sido identificados. “Estamos esperando a chegada de uma equipe de Salvador que vai nos ajudar nas investigações“, finaliza.

Garoto de 8 anos é estuprado e morto em zona rural de Floresta Azul

Delegacia de Itabuna.

Um garoto de oito anos foi estuprado e morto por dois vizinhos em Floresta Azul. O crime ocorreu nesta sexta-feira (8), na zona rural da cidade.

De acordo com a reportagem, os dois suspeitos confessaram o crime, um jovem de 18 anos, já preso, e um adolescente de 15 anos, que está apreendido. As informações foram repassadas neste sábado (10) pela delegada Ana Paula de Oliveira, que investiga o caso.

Conforme a Polícia, o menino foi levado pela dupla para uma região de mata de difícil acesso e lá foi agredido e morto. Ainda segundo a Polícia, a vítima chegou a ser dada como desaparecida pela família, com buscas feitas na cidade, até os suspeitos serem achados e denunciados à Polícia.

A delegada informou que o corpo do garoto foi encontrado sem roupas e com sinais de estrangulamento. O corpo foi levado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus, na mesma região.

O adolescente e o jovem foram encaminhados para a carceragem da 6ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin/Itabuna), onde ficam à disposição da Justiça. Populares tentaram agredir a dupla na saída da cidade do carro que transportava os acusados.