Itapitanga: Taxistas ‘aproveitam’ feriado e tapam buracos na BR-420

A situação em Itapitanga não tá nada fácil. Na última terça-feira (6), a nossa reportagem divulgou um acidente envolvendo um ônibus que transportava estudantes da rede pública municipal. No dia seguinte, feriado nacional de 7 de Setembro, taxistas “aproveitaram” o dia, e resolveram (pela quarta vez) tapar buracos na BR-420. Apesar de não ser a mesma via que ocorreu o incidente com os alunos, eles também cobraram intervenção das autoridades contra o estado crítico da pista.

Segundo o Blog do Marcos Frahm, a estrada tem mais de 100 quilômetros de extensão e liga a BR-116 – Entroncamento de Jaguaquara à BR-101 – Entroncamento de Laje, no Vale do Jiquiriçá. Os motoristas manifestantes fazem a linha Itaquara/Jaguaquara. Para amenizar a situação, os condutores usaram barro. A BR-420 margeia os municípios de Jaguaquara, Itaquara, Santa Inês, Ubaíra, Jiquiriçá, Mutuípe e Laje.

Ônibus com estudantes vira e Itapitanguenses afirmam: Prefeito largou mão da nossa cidade

Fotos: LeoPhotoArt.

Um ônibus que transportava estudantes da rede pública do município de Itapitanga, tombou em um ramal que dá acesso à cidade. De acordo com as informações colhidas por nossa reportagem, o motivo para o tombamento teria sido a precariedade do veículo, agravada com as condições da via. Diversos alunos tiveram escoriações por todo corpo, sendo que alguns foram encaminhados para o Hospital local.

Municípes revoltados com a situação de total descaso do poder público, afirmaram: “O Prefeito largou mão da nossa cidade, esqueceu totalmente, fim de governo, fim de mandato, sempre assim. Nossas crianças estão sendo levadas por um ônibus totalmente sucateado e, que oferece um risco potencial a cada um deles, prova disto foi este infeliz acontecimento,” desabafo coletivo das mães das crianças e adolescentes que foram vítimas do episódio.

Ainda de acordo com as informações, até o fechamento desta matéria o ônibus não foi destombado nem tampouco guinchado do local.

Com a palavra o Sr. Prefeito de Itapitanga!

 

Idoso é morto com golpes de facão após discussão em distrito de Ilhéus

Foto: Reprodução / Morro Notícias.

Um idoso foi morto a golpes de facão em Ilhéus, neste domingo (7). O crime ocorreu no distrito de Japu, após uma discussão entre a vítima e o acusado. Conforme a Polícia, o acusado, que confessou o crime, disse que matou o idoso porque a vítima o acusou de ter tentado ter relações sexuais com a filha do idoso, oferecendo dinheiro para a mulher. O idoso tinha 71 anos.

Ainda segundo a Polícia, o homem invadiu a casa do idoso, atirou nele com uma espingarda e, em seguida, o atingiu várias vezes com um facão. Vizinhos da vítima ainda tentaram socorrer o idoso, que não resistiu aos ferimentos. De acordo com o G1, o acusado fugiu e se escondeu na casa em que morava, mas foi preso pela Polícia Militar. O suspeito foi levado para a 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin) de Ilhéus.

Documentos põem sob suspeita licitação de ônibus em Porto Seguro

Documentos exclusivos protocolados entre maio e julho deste ano nas promotorias de Justiça de diferentes municípios, apontam para a existência de um esquema de fraude em licitações para exploração de serviços de transporte coletivo em pelo menos 19 cidades de sete estados e do Distrito Federal, entre as quais Porto Seguro (BA).14492548522015-12-03 09.22.39

Conforme troca de e-mails aos quais o G1 teve acesso e investigações de promotores, a Logitrans, empresa da qual o engenheiro Garrone Reck foi sócio, era contratada pelas prefeituras para fazer estudos de logística e projeto básico de mobilidade, enquanto o filho dele, Sacha Reck, advogava para empresas interessadas.

De acordo com as investigações, com apoio de funcionário da prefeitura, Sacha Reck tinha acesso antecipado ao edital e, inclusive, ajudava na elaboração do documento. Os documentos permitem deduzir que o esquema existe, pelo menos, desde 2007 e favoreceu, principalmente, empresas de duas famílias – Constantino e Gulin.

Universitária é baleada em atentado de grupo criminoso em Cruz das Almas

A estudante universitária Maria Clara, 20 anos, foi atingida por disparos de arma de fogo quando caminhava em uma praça no bairro de Ana Lúcia, no município baiano de Cruz das Almas, na tarde desta quarta-feira (20).

De acordo com informações blog local, Cruz na Tela, os autores dos disparos que estavam a bordo de uma motocicleta passaram atirando em um homem que estava no mesmo local, quando a jovem foi atingida no braço e no tórax. Ainda de acordo com as informações da imprensa local, Maria Clara foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e em seguida transferida para o Hospital Regional de Santo Antônio de Jesus.

Os autores do atentado seriam membros de um grupo criminoso que atua também em Salvador e alguns municípios da Região Metropolitana.

Em decisão polêmica, Igreja Batista libera batismo de homossexuais

A Igreja Batista do Pinheiro (IBP), em Maceió, foi excluída da Convenção Batista Brasileira (CBB) por realizar, desde fevereiro deste ano, o batismo de membros assumidamente homossexuais. A informação é do presidente da IBP, pastor Wellington Santos.
A reportagem  tentou falar com a CBB por telefone e encaminhou um e-mail sobre o assunto, mas não recebeu resposta. Em seu perfil no Facebook, a convenção se apresenta como o órgão máximo da denominação Batista no Brasil, responsável pelo padrão doutrinário dos batistas no país.201603111317_abdb450f4e
Segundo o pastor Santos, que considera a decisão um “retrocesso”, a exclusão da IBP foi decidida no último sábado (9), durante sessão extraordinária da CBB na cidade de Vitória, no Espírito Santo. Ele afirma que a desfiliação não vai mudar o funcionamento da igreja ou o tratamento aos fiéis.
“O único motivo para essa exclusão é o batismo de homossexuais. Nós sempre fomos uma igreja de vanguarda, ecumênica, assim como deve ser a igreja Batista. Fazemos parte da Convenção desde os anos 70. Sofremos sanção quando decidimos aceitar irmãos homoafetivos. O processo todo de exclusão levou impressionantes 90 dias, quando normalmente seria feito em pelo menos 10 anos”, afirma Santos.
O batismo de homossexuais passou a ser praticado pela IBP após uma assembleia extraordinária realizada em fevereiro, e que contou com a maioria dos votos dos membros. A partir daí, a igreja e seus líderes passaram a receber críticas e ameaças, inclusive de outros líderes religiosos, por telefone e pelas redes sociais. Uma das críticas à IBP veio da própria CBB no dia 30 de março, por meio de uma declaração oficial assinada por seu presidente, Vanderlei Batista Marins, e o diretor-executivo da instituição, Sócrates Oliveira de Souza.
No documento, publicado no perfil da CBB no Facebook, eles afirmam que a igreja de Maceió fere a constituição da convenção e a palavra de Deus.
“A diretoria da CBB entende que a Igreja Batista do Pinheiro tem seu direito à autonomia (…), mas ao tomar isoladamente esta decisão, desconsiderou o espírito cooperativo e participante entre as igrejas batistas e expôs a denominação diante de uma situação desconfortável perante à mídia como se agora os batistas aceitassem livremente como membros de suas igrejas pessoas homoafetivas”, diz trecho da declaração.
Para o pastor Wellington Santos, a decisão, apesar de legítima e legal, é um retrocesso.
“Essa violência simbólica parece muito com a violência que é cometida contra os homossexuais, de pessoas que insistem em falar que não existe crime homofóbico. Isso é uma espécie de recado, dizendo ao outro que fique calado, que se cure ou tome remédio. É um retrocesso, sem dúvida”, conclui Santos.

Igreja não mudará tratamento a homessexuais

Ainda segundo o pastor, apesar da exclusão da Convenção Brasileira, a Igreja Batista do Pinheiro continua a mesma, e nada muda, principalmente para os membros batizados. “Os membros continuam sendo membros. Nós ainda somos membros da Aliança Batista do Brasil (grupo paralelo de igrejas batistas), e sempre tivemos autonomia financeira”, explica.
Sobre manter o batismo de homossexuais, Santos afirma que a prática prosseguirá. “Começamos a aceitar membros gays em 28 de fevereiro. E depois do que houve, não voltaremos atrás”, afirma o pastor.
Em junho, a direção da IBP enviou uma carta à Convenção Batista, onde lista os motivos que a levaram a aceitar membros homossexuais e lamenta a repercussão negativa. Esse documento foi postado na página da igreja nas redes sociais, e gerou diversos comentário de apoio à instituição alagoana.

Comerciante é esfaqueado após brigar por água

Gildásio Silva do Nascimento, 29 anos, morador do bairro São Roque, em Itabuna, foi esfaqueado na manhã desta terça-feira (14) após uma briga entre comerciantes por água mineral.

cats

De acordo com informações, Gildásio entrou em discussão com o vizinho de ponto comercial, porque os dois ficam “disputando” clientes. Ambos tem distribuidora de água e as brigas são constantes. A vítima foi golpeada no braço direito, passou por atendimento no Hospital de Base e em seguida foi liberado. Segundo a vítima, uma queixa será prestada na delegacia.

Fonte/ Verdinho

Fórum de Ipiaú é invadido pela terceira vez este ano

Foto: Giro em Ipiaú

O Fórum Jorge Calmon, localizado no centro de Ipiaú, foi arrombado pela terceira vez este ano. Segundo informações do site Giro em Ipiaú, um homem foi preso pela Polícia Militar na noite deste domingo (5), por volta das 23h30, usando um “pé de cabra” para invadir o prédio. A equipe foi informada por denúncia anônima. Quando a polícia chegou ao local, o suspeito, Abílio Luíz de Araújo Neto, 39, anos, já havia revirado algumas salas, incluindo a do juiz da Vara Crime e o Cartório Criminal. Natural de Itabuna, Abílio informou que procurava no local armas e drogas, mas a polícia investiga se ele integra uma das facções criminosas do município onde reside (Raio A e Raio B). O suspeito também tem antecedentes criminais por furto e receptação de roubo. O fórum já foi arrombado este ano em fevereiro e em abril.

Três jovens são mortos a tiros em Vitória da Conquista

A população de Vitória da Conquista está assustada com o triplo homicídio que aconteceu por volta das 21h40 deste sábado (21) no Bairro Cidade Maravilhosa, em Vitória da Conquista. Três jovens foram assassinados a tiros dentro de uma residência na Avenida Leblon. Um deles estava dormindo quando foi baleado. Segundo informações obtidas pelo Blog do Rodrigo Ferraz, as vítimas são naturais das cidades de Itapetinga, Nova Canaã e Ilhéus. São eles: Eduardo Vinícius, Vínicius Jardim e Hercules de Almeida A Delegacia de Homicídios acompanha o caso e já deu início as investigações.

Morre em Vitória da Conquista jovem de 22 anos espancada pelo namorado

A jovem Jéssica da Silva Nascimento, de 22 anos, internada em estado grave há 16 dias após ter sido espancada pelo namorado, morreu por volta das 17h desta terça-feira (10), no Hospital Geral de Vitória da Conquista. A informação, divulgada primeiramente pelo Blog do Anderson, foi confirmada ao Bahia Notícias pela advogada da família, Nádia Cardoso.

De acordo com ela, Jéssica não resistiu a um procedimento de hemodiálise realizado nesta tarde. A unidade de saúde não forneceu mais informações sobre a causa da morte. O corpo da jovem será velado e enterrado em Itapetinga, cidade natal dela. Jéssica deixa uma filha de cinco anos. O estado de saúde dela se agravou no último fim de semana, quando a jovem contraiu uma bactéria na corrente sanguínea (leia aqui). Suspeito de ter agredido Jéssica e tê-la feito perder o bebê que esperava, o estudante Américo Francisco Vinhas Neto, de 24 anos, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça na última sexta (6) (veja aqui). Ele continua foragido.

Jovem espancada por namorado tem piora no estado de saúde; suspeito está foragido

A jovem Jéssica da Silva Nascimento, de 21 anos, que foi internada em estado grave no Hospital de Base de Vitória da Conquista após ser espancada pelo ex-namorado e perder o bebê, teve piora no quadro de saúde neste domingo (8). Segundo informações da família da vítima, Jéssica contraiu uma bactéria no sangue.

Foto: Reprodução / Facebook

De acordo com o G1, a tia da jovem, Elma Augusta, contou que ela teve febre durante todo o dia. “Ela estava inchada e muito quente. As enfermeiras chegaram a colocar um lençol molhado para controlar a febre, mas não estava reduzindo a temperatura”, relatou. O agravamento no estado de saúde acontece após Jéssica ter apresentado sinais de melhora na última sexta (6).

Com mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça também na sexta (veja aqui), Américo Francisco Vinhas Neto, suspeito de ter agredido Jéssica, está foragido. O advogado do estudante, Gutemberg Macedo, afirmou que vai ingressar com recurso para anular o pedido. Ele alega que a decisão é ilegal porque o suspeito, além de ser réu primário, não fugiu e depôs na delegacia.

Bebê é achado por moradora no quintal de casa em Coaraci

Um bebê foi encontrado por uma mulher no quintal da casa onde mora no município de Coaraci, na manhã desta terça-feira (3). Segundo informações da Polícia Civil na cidade, a suspeita inicial era de que a criança, do sexo feminino, tinha sido abandonada no local. No entanto, a dona da casa descobriu que foi uma das filhas dela que levou o bebê para casa a pedido da mãe da criança, de quem é amiga.

A casa onde o bebê foi encontrado fica localizada na Rua Afrânio Peixoto, no bairro Santo Antônio. Segundo a polícia, a dona da casa, ao encontrar a criança, levou o bebê para o hospital da cidade, e a unidade médica acionou a polícia. Segundo polícia, uma equipe de investigadores foi até a residência e verificou que o bebê só poderia ter sido deixado dentro do imóvel com a ajuda de algum morador da casa.

Foi então que a mulher que a dona da casa foi até a escola onde as duas filhas, uma de 13 e outra de 15 anos, estudam e uma delas confessou que colocou o menina no local na segunda-feira (2).

Conforme a delegacia, a filha da mulher disse que uma amiga, mãe da criança, pediu que o bebê fosse deixado no local porque os pais dela não aceitavam a gravidez. Ainda segundo a jovem, a mãe do bebê disse que iria pegar a criança nesta terça e, depois, fugir com o namorado.

Casal encontra celular perdido, pede dinheiro para devolvê-lo e é preso por extorsão

Casal foi encaminhado ao Disep | Foto: Reprodução / Google Street View
Casal foi encaminhado ao Disep | Foto: Reprodução / Google Street View

Um casal foi preso por extorsão após cobrar R$ 200 para devolver à proprietária um aparelho celular que encontraram durante uma festa, em Vitória da Conquista. De acordo com informações da 77ª Companhia Independente de Polícia Militar, que atua na região, a vítima marcou um encontro com Michel Santos da Silva, de 26 anos, e Luana Santos Pereira, de 22 anos, na avenida Olívia Flores e acionou a PM.

Os suspeitos foram presos no momento em que tentavam “negociar” a devolução do aparelho. O celular foi recuperado e a dupla encaminhada para o Distrito Integrado de Segurança Pública. O caso aconteceu no último dia 17 de abril, mas só foi divulgado pela PM neste sábado (23).

Segundo o artigo 1.170 do Código de Processo Civil, a devolução de objetos encontrados é obrigatória. “Aquele que achar coisa alheia perdida, não Ihe conhecendo o dono ou legítimo possuidor, a entregará à autoridade judiciária ou policial, que a arrecadará, mandando lavrar o respectivo auto, dele constando a sua descrição e as declarações do inventor. A coisa, com o auto, será logo remetida ao juiz competente, quando a entrega tiver sido feita à autoridade policial ou a outro juiz.”, afirma o dispositivo.

Corpos ficam 8 horas à espera de remoção; fato causa revolta a familiares

Familiares de duas pessoas mortas na zona rural de Jaguaquara, no Vale do Jiquiriçá, ficaram revoltadas com a demora para remoção dos corpos. O crime ocorreu na noite do domingo (17) no distrito de Biquinha, e o veículo da Polícia Técnica só foi chegar ao local por volta das 10h desta segunda-feira (17).

Segundo o Blog do Marcos Frahm, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Jequié conta com apenas um veículo [rabecão] que atende a mais de 30 cidades das regiões do Médio Rio de Contas e do Vale do Jiquiriçá. Além disso, a equipe de peritos e auxiliares é reduzida diante da demanda. Os corpos mortos em Biquinha ficaram expostos em uma estrada e permaneciam na chuva, cobertos por uma lona plástica.

Familiares classificavam a situação como desrespeitosa. Outro problema é a falta de médico legista nos finais de semana no Instituto Médico Legal (IML) de Jequié, que por sua vez, encaminha corpos ao IML de Vitória da Conquista aos sábados, domingos e feriados.