PRF prende mulher com 2,2 mil papelotes de cocaína

Uma mulher foi presa com uma sacola com 2,2 mil papelotes de cocaína em Vitória da Conquista, sudoeste baiano. A prisão ocorreu na tarde deste sábado (14) na altura do km 839 da BR-116, em um ônibus que tinha saído de São Paulo com destino a Paulo Afonso, no norte do estado.

Foto: Divulgação / PRF-BA

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-BA), durante a abordagem ao veículo, os agentes encontraram a sacola com a droga, pesando aproximadamente 2,2 Kg. Ainda segundo a PRF, diante do nervosismo da passageira sentada próximo onde a droga foi localizada, os policiais a conduziram a um posto da PRF.

No local, ao ser questionada pelos agentes, a mulher informou que levava o entorpecente para a cidade de Monte Santo, na região sisaleira baiana. A mulher, de 27 anos, foi presa e levada para uma delegacia de polícia de Vitória da Conquista. Ela vai responder por tráfico de entorpecentes.

Empresário preso pela PF sofreu tentativa de homicídio por suposto de caso amoroso

Preso com lancha, três veículos e cinco toneladas de suplementos clandestinos, o empresário Ricardo Peixoto Teixeira, de 37 anos, já foi alvo de uma tentativa de homicídio em Feira de Santana.

Uma fonte ligada à polícia apontou nesta terça-feira (10) que o caso ocorreu em 2016. À época, diante da constatação de que o empresário mantinha relacionamento com uma mulher casada, a polícia apurou se o marido dela tinha envolvimento com a tentativa de homicídio. Entretanto, a investigação ainda não foi concluída, porque a vinculação do suspeito com o caso não foi atestada.

No atentado, Peixoto foi atingido por alguns disparos, mas se recuperou. O caso está sob a competência da Polícia Civil. Preso na segunda-feira (9), Ricardo Peixoto já teve passagem pela polícia em outros dois momentos. Em 2005, foi preso com moedas falsas e depois solto para responder ao processo em liberdade.

Em setembro deste ano, ele foi condenado pelo crime a três anos e meio de prisão, tempo que foi convertido em prestação de serviços comunitários. Por faltar as audiências do caso, ele foi preso novamente e logo depois solto por decisão da Justiça.

Empresário que atuava na venda clandestina de suplementos é alvo da PF por fraude R$ 6,5 milhões

A Polícia Federal, com o apoio da Vigilância Sanitária e Ambiental do Estado (Divisa), deflagrou, na manhã desta segunda-feira (9), a Operação Hedonikos, que pretende combater crimes praticados pelo empresário Ricardo Ribeiro Peixoto, da cidade de Feira de Santana, a cerca de 362 km de Feira de Santana. Ele é alvo de um mandado de prisão preventiva.

Suplementos clandestinos eram comercializados em todo o Nordeste, segundo PF (Foto: Divulgação/ PF)

Segundo a PF, o empresário atuava na fabricação clandestina de suplementos alimentares que eram distribuídos para toda a região nordeste, por meio da empresa XPand Nutrition, e cometia vários outros crimes.

A investigação da polícia começou há cerca de três meses com o objetivo inicial de apurar fraudes cometidas por esse empresário contra a Caixa Econômica Federal, mediante a abertura de contas bancárias e obtenção de empréstimos fraudulentos com a utilização de documentos falsos. O débito só com a Caixa Econômica Federal ultrapassa R$ 6, 5 milhões.

Além do mandado de prisão preventiva contra o empresário, são cumpridos cinco mandados de busca e apreensão nas cidades de Feira de Santana e Salvador, três mandados de condução coercitiva contra pessoas ligadas ao empresário, além de seis mandados de sequestros de bens e bloqueio de valores em contas bancárias, todos expedidos pela 3ª Vara Federal de Feira de Santana.

Leia mais…

Polícia prende acusados de execuções e tráfico de drogas em Itabuna

POLÍCIA EM AÇÃO!

Uma operação deflagrada, nesta sexta-feira (6), pela Delegacia de Homicídos (DH) de Itabuna, para cumprimento de mandados de prisão, prendeu três acusados de fazer parte de uma quadrilha de traficantes e assassinos que atuava no município. José Roberto Santos Neves, o ‘Nego Beto’, Diovane Prado Conceição e Carlos Alberto Pereira da Silva, o ‘Beto Pintor’, foram localizados nos bairros de Califórnia, Fátima e Novo Jaçanã, respectivamente.

Trio é acusado de fazer parte da quadrilha de tráfico e homicídio em Itabuna|| Foto Polícia Civil.

Segundo a delegada Magda Suely, titular da DH/Itabuna, ‘Nego Beto’ é o líder de uma quadrilha de traficantes que pratica vários homicídios nas localidades de Alto do Cuscuz e 2ª Travessa São José, no bairro Califórnia. “Os crime praticados por ele e por seu comparsa, Diovane, foram motivados pela disputa por pontos de venda de drogas na região”, explicou a delegada.

Os mandados cumpridos nesta sexta contra ‘Nego Beto’ e Diovane são relativos ao assassinato de Deoadato dos Santos e a tentativa de homicídio contra Jonathan Santos de Souza, ambos ocorridos em setembro deste ano. A dupla já possuía passagens por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas.

‘Beto Pintor’, que integra a mesma quadrilha, tem passagem por roubo à mão armada e é apontado como o responsável pelo homicídio de Railton Dutra dos Santos Neto, ocorrido em 24 de junho, também neste ano, no bairro Sarinha Alcântara.

Ainda de acordo com a titular da DH/Itabuna, dois homicidas que não foram localizados, devem ter seus mandados cumpridos nos próximos dias. ‘Nego Beto’, Diovane e ‘Beto Pintor’ estão custodiados na carceragem da 6ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Itabuna), de onde seguirão para o Conjunto Penal.

Trio é preso com mais de 200 quilos de entorpecentes

Reinam Santos de Lima, José Alves Nogueira Neto e Daiane Cerqueira Silva foram presos na manhã deste domingo (1°), em Feira de Santana. O trio é membro de quadrilha de tráfico de drogas que, só no momento da prisão, guardava 200 quilos de maconha e um de cocaína.

Trio foi preso com maconha e cocaína em Feira || Divulgação SSP-BA

A primeira parte da droga, 59 quilos de maconha prensada, foi interceptada no veículo Onix branco, placa OVC-0559, quando passava pelo posto policial da Polícia Rodoviária Federal, na BR-116 Sul. Motoristas do veículo, Reinam informou a origem da maconha. E seguiu com os policiais para Santo Estevão, onde, no bairro Marambaia, José Alves foi encontrado. Ele assumiu ter entregue a droga a Reinam.

Reinam contou ainda que encontraria uma mulher nas proximidades da Rodoviária de Feira de Santana para a entrega de mais drogas. Assim se deu a prisão de Daiane, que escondia em duas malas 104 tabletes de maconha e um de cocaína.

“Nossa meta é que os próximos meses sigam o mesmo ritmo de setembro, período em que a polícia baiana bateu o recorde do ano de apreensões de drogas. As operações conjuntas estão nos permitindo maiores resultados nas ações”, destacou o coordenador da Força Tarefa, major Marcelo Barreto.

Na operação conjunta, que contou com a união de esforços de policiais da Força Tarefa da SSP, PRF, Batalhão de Choque e Cipe/Litoral Norte, foram apreendidos ainda cinco celulares. O trio do tráfico e o material apreendido foram apresentados na Central de Flagrantes de Feira de Santana.

Operação prende 6 suspeitos de ataque criminoso no Daniel Gomes

Seis suspeitos de participação no ataque criminoso do último domingo (24), no Bairro Daniel Gomes, em Itabuna, foram presos durante operação das polícias civil e militar, na manhã de hoje (26). Os criminosos estavam no Bairro Salobrinho, em Ilhéus, para onde fugiram após balear quatro pessoas e matar Ariana Santos Hohlenwerger.

Criminosos, armas e drogas foram apresentados na 7ª Coorpin, em Ilhéus || Foto PM-BA

De acordo com o comando da 70ª Companhia da PM (Ilhéus), foram presos Almiro Coutinho Neto, de 24 anos, Alexsandro de Jesus Torres, 20, Ariel Conceição Santos, 18, Iuri do Carmo Ferreira, 20, Josenilton Marques Gomes, 21, e Wellington César dos Santos, 18. A apresentação dos suspeitos está sendo feita na sede da 7ª Coordenaria Regional de Polícia (7ª Coorpin), na região central de Ilhéus.

SUBMETRALHADORA E DROGAS

Durante a operação, os agentes apreenderam com os criminosos uma submetralhadora ponto40 com 15 cartuchos, um rifle calibre 38 com seis cartuchos e um revólver calibre 38 e outro calibre 32. Os criminosos também estavam com dois tabletes de maconha, um tablete de cocaína e 167 pedras de crack.

A ação envolveu as coordenadorias regionais da Polícia Civil de Itabuna e de Ilhéus (6ª e 7ª Coorpins). A operação buscava prender os traficantes que, segundo o delegado regional André Aragão, ordenaram a ação criminosa do domingo passado no Daniel Gomes. São eles Fernando Silva Nascimento e Dernival Souza da Silva.

O ATAQUE CRIMINOSO

O ataque criminoso ocorreu na tarde do domingo passado. Eram 16h30min quando bandidos, de dentro de um Fiat Pálio, atiraram contra pessoas que estavam em um bar. Quatro delas foram baleadas e uma mulher, Ariana Santos Hohlenwerger, de 32 anos, acabou morta.

O corpo de Ariana foi enterrado ontem à tarde (25), no Cemitério Campo Santo, em Itabuna, sob intensa comoção e revolta. Após o velório, amigos e familiares da vítima protestaram em frente ao Fórum Ruy Barbosa, no centro de Itabuna, pedindo justiça.

Acusados de tráfico e armas presos pela Rondesp

Quatro homens suspeitos de tráfico de drogas foram presos e um adolescente apreendido nesta sexta-feira (22), em Feira de Santana, cidade que fica a cerca de 100 quilômetros de Salvador. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), com o grupo a polícia apreendeu três submetralhadoras, uma espingarda calibre 12 e uma pistola 380.

Segundo a SSP, os suspeitos presos foram identificados como Ronildo dos Santos de Souza, 48 anos, Willians Dantas da Nobrega, 34 anos, Gleidson Bruno Sales Moura, 22 anos e Lucas Machado da Silva 22 anos. Com o grupo, os policiais das Rondas Especiais (Rondesp) Leste encontraram ainda drogas como maconha, crack e cocaína, dois coletes balísticos, oito celulares, uma balança e R$ 490 reais.

De acordo com o major Átila do Carmo, comandante da Rondesp/Leste, durante patrulhamento pelo bairro Expansão do Feira IX, uma equipe avistou um grupo em atitude suspeita. “Um dos traficantes correu e entrou numa casa, fizemos a abordagem e encontramos o armamento em cima do telhado, e outras duas submetralhadoras e uma espingarda calibre 12 enterradas no quintal”, explicou o major.

Ainda segundo o comandante, no fundo da residência, em um terreno baldio, foram encontrados três chassis de motocicletas, provavelmente produto de roubo, além de um pé de maconha plantado em um balde. Todo o material e os indivíduos foram conduzidos até o Plantão Central de Delegacias no Sobradinho, em Feira de Santana.

PM apreende cerca de 100 kg de entorpecentes em Gandu

Policiais do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) da 60ª Companhia de Polícia Militar apreenderam, na tarde de terça-feira (19), no bairro Teotônio Calheira, em Gandu 91,2 quilos de maconha, 453 gramas de crack, 747 gramas de pasta base e 44 “trouxinhas” de cocaína. Foi uma das maiores apreensões de drogas dos últimos anos no município do sul da Bahia, segundo a PM.

Os policiais também apreenderam um revólver calibre 38, cadernos de anotações do tráfico, material para cortar e embalar as drogas, dinheiro, balança de precisão, uma motocicleta, celulares e munições. De acordo com a PM, a boca de “fumo” funcionava em uma casa nas proximidades do Ginásio de Esportes de Gandu.

Os policiais chegaram ao ponto de venda de drogas após movimentação estranha dos suspeitos, tentaram fugir, mas três deles foram alcançados. Os detidos foram identificados como Kaique Souza da Silva, 22 anos, e Lindomarciel Santana dos Santos, 27 anos, além de apreendida uma adolescente. Eles e o material apreendido foram levados para a Delegacia Territorial de Gandu. Outros dois homens e uma mulher conseguiram escapar do cerco policial.

Prisão de GEDDEL pode atrapalhar eleição de Deputados do PMDB

Detido em prisão domiciliar desde julho, o ex-ministro Geddel Vieira Lima, do PMDB, foi preso preventivamente (sem prazo determinado) na manhã desta sexta-feira (8), em Salvador, três dias após a Polícia Federal (PF) apreender R$ 51 milhões em um imóvel supostamente utilizado pelo peemedebista.

A situação está incomodando vários prefeitos do partido, que já estão esperando a janela para sair do PMDB. Já alguns deputados do partido estão com receio do desgaste do PMDB da Bahia não influenciar negativamente na eleição de 2018. O certo é que o PMDB da Bahia terá que passar por uma renovação, o partido está há mais de 20 anos sendo comandado pela família de Geddel Vieira Lima.

Mas o comando do PMDB da Bahia nacional tem receio de retirar o comando de Geddel do partido, e com isso uma possível de delação premiada do ex-ministro mirar vários caciques do partido.

 

A Casa Caiu: Juiz decreta prisão de Danilo da D9

A justiça de Sapiranga, no Rio Grande do Sul, decretou, nesta quinta-feira (31), a prisão de Danilo Santana, responsável pela D 9, suposto esquema de pirâmide financeira que teve início em Itabuna e pode ter lucrado mais de R$ 200 milhões com a promessa de ganho de 30% sobre os valores aplicados no negócio.

Segundo informações, Danilo está fora do Brasil, mas o mandado de prisão, expedido pelo juiz de direito, Dr° Ricardo Petry Andrade, já se encontra com a Interpol, que deverá fazer buscas para localizá-lo e onde for encontrado será preso.

Cadeirante utiliza da prerrogativa para traficar em Ipiaú e acaba sendo preso

O cadeirante Leonídio Carlos Queiroz, de 27 anos, foi preso na tarde dessa segunda-feira (28), com meio quilo de maconha. A apreensão da droga e prisão foram realizadas por policiais da CIPE Central.

A maconha estava dentro da casa do cadeirante, na Rua Anísio Melhor, centro de Ipiaú. Ele e o material apreendido foram apresentados pelos Policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado na delegacia local. Segundo informou a policia, Leonídio já possui outras passagens por tráfico de entorpecentes.

Ele perdeu os movimentos das pernas após uma tentativa de homicídio no dia 1º de agosto de 2013. À época, Leonidio estava na porta de casa quando dois homens numa motocicleta o abordaram e um deles disparou seis tiros. A vítima foi atingida por três disparos (dois nas nádegas e um na coluna). O suspeito de tráfico de drogas ficou custodiado provisoriamente no Complexo Policial de Ipiaú

Ex-ministro Geddel Vieira Lima vira réu por obstrução de Justiça

Nesta terça-feira (22), o juiz Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal em Brasília, aceitou denúncia contra o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) por obstrução de Justiça. Assim, o peemedebista passa à condição de réu e responderá a ação penal por ter, supostamente, atuado para evitar a delação premiada do corretor Lúcio Funaro, que poderia implicá-lo em crimes de corrupção na Caixa Econômica Federal.

Na decisão, o magistrado justifica que a denúncia ofertada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-ministro atende os requisitos do Código de Processo Penal, pois “descreve de modo claro e objetivo fatos delituosos imputados a Geddel”. “Está demonstrada, até agora, a plausibilidade das alegações contidas na exordial acusatória, em face da circunstanciada exposição dos fatos tidos por criminosos e das descrições das condutas em correspondência com os documentos constantes dos autos“, escreveu Oliveira.

As suspeitas de que Geddel tentou atrapalhar as investigações levaram o juiz a determinar sua prisão preventiva em junho deste ano. Depois disso, ele foi transferido do regime fechado para o domiciliar por decisão do desembargador Ney Bello, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). O ex-ministro está recluso em seu apartamento, em Salvador..

Bêbado, homem é preso ao tentar subornar policial com R$ 100

Foto: Divulgação / PRF-BA.

Um homem foi preso alcoolizado tentando subornar policiais rodoviários em um trecho da BR-242 em Barreiras, oeste baiano. O fato ocorreu na noite deste domingo (20), no km 797. Diante de ser penalizado, o motociclista tentou subornar um policial ao colocar uma nota de R$ 100 no bolso do agente.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o flagrante ocorreu após abordagem. Parado pelos PRFs, o motociclista, que tinha sinais de embriaguez, se recusou a fazer o teste do etilômetro. Ele ainda informou que não tinha a Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Ao perceber que seria punido, o acusado tentou subornar um agente com uma cédula de R$ 100 para ser liberado. Além do crime de embriaguez ao volante, ele foi preso por tentativa de suborno, tipificado como corrupção ativa.

Para Magistrado, empresário induziu Justiça a erro em ação contra Prefeitura de Ilhéus

O juiz da 1ª Vara da Fazenda Pública de Ilhéus, Alex Venicius Campos Miranda, revogou decisão que proferiu contra a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Seplandes) da Prefeitura de Ilhéus. Após analisar documentos apresentados pela Procuradoria-Geral do Município, o magistrado entendeu que o autor do processo, o empresário Hernani Sá, agiu de má-fé para induzir a Justiça a erro.

Na decisão provisória agora revogada, com base em informações incompletas do empresário, o juiz havia determinado que a Seplandes reinstalasse um contêiner que retirou da Praia do Sul, perto do Condomínio Jardim Atlântico. Também estabelecera multa diária de R$ 1 mil, caso o titular da secretaria, o vice-prefeito José Nazal, e o superintendente de Meio Ambiente, Emílio Gusmão, descumprissem a ordem.

Com as explicações e os documentos do município, o juiz percebeu que o empresário sonegou uma informação importante para o processo. Na ação, Hernani Sá não informou que, antes de ter o seu contêiner removido, foi notificado três vezes pelo município, nos dias 15 e 24 de fevereiro e no dia 4 de abril de 2017. “Valendo ressaltar que”, enfatizou o magistrado, “entre a data da primeira notificação e a data da primeira apreensão, passaram-se cinquenta dias”.

Ao sonegar a informação, o empresário levou o juiz acreditar que a secretaria havia procedido de forma arbitrária, sem o devido processo legal. Para o juiz, agindo desta forma Hernani Sá “trilhou caminho diverso do apontado no Novo CPC [Código de Processo Civil], no que diz respeito ao princípio da boa-fé”, concluiu o magistrado.

A retirada do contêiner da praia seguiu recomendação do Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA). Ao revogar a decisão, o juiz intimou a Promotoria de Justiça a tomar conhecimento do processo.

Médico que aplicava golpe da ‘Compra Premiada’ de motocicletas é preso

Foi preso na segunda-feira (14) um médico acusado de ter dado prejuízo de mais de R$ 2 milhões em populares de Barreiras e região, com o golpe da “Compra Premiada”. Identificado como Edson Teotônio de Moura Luz, o médico plantonista do Centro de Atenção Psicossocial (Caps), de Araci, havia criado em Barreiras uma empresa de consórcios de motocicletas, que chamou atenção na região por ter uma “atração a mais”.

Foto: Reprodução / Consórcio de Moto

De acordo com o regulamento do consórcio, o cliente que fosse sorteado deixaria de pagar as prestações que restavam independente da quantidade de meses que faltassem para terminar de pagar. O mandado de prisão preventiva foi cumprido com apoio de policiais da 15ª Coorpin, de Serrinha, na própria Caps. Ele está custodiado na unidade de Serrinha e será recambiado para Barreiras, onde prestará depoimento e explicará como funcionava o esquema. Investigações sobre o consórcio e os outros suspeitos que integravam a empreitada continuam.