Câmara enaltece legado da Reforma Protestante

A Câmara Municipal reservou a noite dessa terça, 31, para recordar os 500 anos da Reforma Protestante – movimento cristão desencadeado na Alemanha por Martinho Lutero. A sessão especial em Itabuna, proposta pelo vereador Júnior Brandão (PT) – que é membro de igreja evangélica – enalteceu o legado da Reforma para o cristianismo e para a sociedade.

Vários atos da sessão foram associados ao culto protestante. A leitura da Bíblia Sagrada e a pregação ficaram por conta do vereador, e também pastor evangélico, Francisco Edes (PRB); o vereador protestante Beto Dourado (PSDB) fez a oração de gratidão pelos cinco séculos da Reforma; o louvor em forma de música foi entoado pelo coral da Igreja Batista Esperança.

Líderes protestantes locais, como os pastores Humberto Costa, Genilson Souto e Éber Liessi, concordam que Reforma modificou o cristianismo ao adotar teses como a supremacia da Bíblia (traduzida por Lutero) e a gratuidade da salvação. Numa autocrítica, reconheceram que é necessário “fazer uma reforma em nossas igrejas” e voltar às bases das teses defendidas por Lutero.

Para a historiadora Janete Macedo, transformações anteriores a Lutero apressavam o cisma religioso, como a criação da imprensa gráfica. Viajando pelos séculos, Macedo apontou contribuições do protestantismo, entre elas a consolidação da democracia – fortalecendo o Estado Moderno –, o crescimento da alfabetização escolar e a dinamização do capitalismo.

Deixar uma Resposta