Bahia: Homem protesta com ratos pendurados na porta da Secretaria de Saúde

Morador usou uma corda com ratos como forma de protesto / Foto: Várzea do Poço Notícias
Morador usou uma corda com ratos como forma de protesto / Foto: Várzea do Poço Notícias

Um protesto causou alvoroço e estranhamento em frente à Secretaria de Saúde da cidade de Várzea do Poço, que fica a 331 quilômetros de Salvador. O morador da cidade, Joelton Mota Rodrigues, amarrou ratos mortos em um barbante e pendurou na porta da Secretaria como forma de cobrar da Vigilância Sanitária a resolução de seu problema.

Joelton mora ao lado de um terreno onde sua vizinha, Lídia Maria cria galinhas, cágados e cachorros. Segundo ele, o quintal estava desorganizado, com entulhos e a presença de restos alimentares e fezes dos animais causa forte odor na vizinhança. Por causa dessa situação, segundo o morador, vários ratos e insetos começaram a aparecer nas residências vizinhas.

Joelton procurou a Vigilância Sanitária da cidade, que notificou a senhorae limpou o terreno. No entanto, com o retorno da situação, o vizinho voltou a reclamar e recebeu a sugestão de procurar o Ministério Público.

A Vigilância Sanitária de Várzea do Poço vai entrar com uma ação no Ministério Público para conseguir autorização para entrar na casa da mulher e realizar a limpeza do terreno.

Nota de Esclarecimento

Por meio de uma nota divulgada nesta quarta-feira (18), a Vigilância Sanitária comunica:

Venho por meio deste, dar o parecer da Vigilância Sanitária (VISA) de Várzea do Poço quanto ao protesto ocorrido na manhã desta terça-feira (17/09/2013), na secretaria municipal de saúde, pelo senhor Joelton Mota Rodrigues.
O protesto do mesmo se referia a denúncia relacionada ao quintal vizinho de propriedade da senhora Lídia Maria, na Rua João XXIII. Segundo ele o quintal encontrava-se desorganizado, com vários entulhos, criatórios de galinhas, cágados, cachorros, além da presença de restos alimentares e fezes dos animais o que ocasionava um forte odor nas proximidades. A decorrência desse cenário resultava também no aparecimento de ratos e outros insetos nas residências vizinhas.
A vigilância sanitária esteve presente no local no dia 22/08/2012 e comprovou tal situação. A senhora Lídia Maria foi acionada e orientada a colaborar em manter o local higienizado, uma vez que a saúde das pessoas estava sendo colocadas em risco, inclusive a da família do senhor Joelton que está com esposa grávida e filho menor de idade, o que motivou a realização do protesto.
Nos dias seguintes a senhora Lídia organizou o local como solicitado, tendo o reconhecimento do senhor Joelton. Mas com o passar o tempo a situação voltou a piorar. A Vigilância Sanitária, diante disso, resolveu acionar a Promotoria Pública, uma vez que o município não possui nenhum código de conduta que possa reger medidas afim de solucionar o problema. O senhor Joelton solicitou um relatório da VISA discorrendo sobre a inspeção, além de registro fotográfico, se responsabilizando e comprometendo-se em procurar o Ministério Público.
Mediante ao fato ocorrido ontem, nós entendemos que o mesmo não aconteceu. Assim, nós, estaremos enviando todo material o quanto antes para este órgão, entendo ser essa a maneira mais viável para resolver a situação.
A Vigilância Sanitária Municipal se coloca a inteira disposição para que o caso seja resolvido da melhor maneira possível.

Informações: Várzea do Poço Notícias

Os comentários estão fechados.