Bahia é o estado que mais deve receber médicos de programa federal

A Bahia é o estado que mais deve receber profissionais pelo programa “Mais Médicos” segundo informação divulgada pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (1°). Ao todo serão 161 médicos direcionados para o estado. Em seguida, estão Minas Gerais (159), São Paulo (141), Ceará (138), Goiás (117), Rio Grande do Sul (107) e Amazonas (73).

Foram 1.753 médicos com diplomas de universidades brasileiras selecionados nesta primeira rodada do processo seletivo, que vão atuar nos 626 municípios selecionados nessa primeira rodada do programa. 74% dos médicos foram direcionados para a cidade que era a primeira opção entre as seis que poderiam ser escolhidas, por ordem de prioridade. Já os outros 232 profissionais vão poder atuar na cidade que foi a segunda opção.

O Ministério da Saúde informa que, do total de cidades, 375 estão em regiões de extrema pobreza, 159 em regiões metropolitanas, 68 estão em um grupo de 100 cidades com mais de 80 mil habitantes de maior vulnerabilidade social e 24 são capitais. Foram atendidos ainda 23 distritos sanitários indígenas.

Nesta quarta-feira (31), o Ministério da Educação anunciou que o governo decidiu alterar um dos pontos do programa Mais Médicos: o que previa a ampliação de seis para oito anos do período de graduação em medicina – nos dois anos extras eles teriam de prestar serviços no Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o ministro, o governo decidiu acatar a proposta de comissão de especialistas que analisa o programa, segundo a qual os dois anos extras serão aproveitados como residência médica.

Os municípios escolhidos pelos médicos serão divulgados ainda este mês.

Fonte: G1

Os comentários estão fechados.