Atraso salarial resulta na paralisação de 100% da frota de ônibus em Itabuna

Além de uma greve que visa reivindicar reajuste salarial e do ticket alimentação, os rodoviários de Itabuna agora se deparam com o atraso salarial, resultando em mais prejuízos não só para os trabalhadores, mas para todos os itabunenses.

Os 30% da frota de ônibus que ainda circulava também parou nesta sexta-feira (7).
A determinação dos trabalhadores é de que as empresas depositem os salários para que eles retornem as atividades. “Caso isso venha acontecer, apenas 30 % da frota voltará a circular.”, concluiu presidente do Sindicato dos Rodoviários (SINDROD), Arlensen Antero.

Deixar uma Resposta