Aluno do colégio Marista é suspenso após postar imagens de ataque em Columbine

Um estudante do colégio particular Marista no bairro de Patamares, em Salvador, foi suspenso da instituição depois de ter postado nas redes sociais, na segunda-feira (8), uma imagem do ataque de Columbine, que aconteceu em uma escola nos EUA em 1999.

Segundo pais de alunos, o estudante de 15 anos comentou que estaria na hora de “repetir Susano”, e os colegas levaram a situação até a coordenação, que decidiu investigar o caso. Foram revistados itens e redes sociais do aluno, e encontrado, nas redes sociais, uma imagem do ataque de Columbine (1999).

De acordo com a nota oficial enviada ao Varela Notícias, o colégio acionou o Ministério Público, Conselho Tutelar e Delegacia do Adolescente. A Polícia Militar informou que o patrulhamento foi reforçado na região do colégio, como uma medida preventiva.

Deixar uma Resposta