Adolescente morre em Itabuna após ser baleada em suposto tiro acidental

Na madrugada deste domingo (07), por volta da 01h, uma adolescente identificada como Beatriz, 16 anos, e cujo apelido era Bia, foi vítima de um tiro de arma de fogo,  supostamente acidental, praticado pelo próprio companheiro, identificado como Ronald, e cujo apelido é Bê. O caso aconteceu na residência onde o casal morava, localizada na Rua São João, no bairro Maria Pinheiro, em Itabuna.
Bia foi atingida na região das costas, foi socorrida para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, mas não resistiu ao ferimento. As informações são de que ela era prima de um traficante e tinha relação direta com integrantes de facções organizadas. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica de Itabuna foi acionada para remover o corpo da vítima.
O autor do disparo, ainda de acordo com vizinhos, estava brincando com a arma, quando ela disparou, atingindo sua companheira. Após o disparo, Ronald desesperou-se, e expressava: “P… baleei minha piveta, baleei minha piveta”. Como é ligado ao crime organizado, e já havia especulações de que parentes da vítima, envolvidos com o crime, já haviam dado ordem de retaliação ao autor do disparo, Ronald fugiu. A Polícia Civil investiga o caso.

Por/ verdinho
Os comentários estão fechados.