Adolescente de 15 anos é morta após negar sexo; suspeito confessa

Um jovem de 19 anos foi preso depois de confessar que matou uma adolescente de 15 estrangulada, após a vítima se recusar a ter relações sexuais com ele. O caso ocorreu na cidade de Vereda, no extremo sul da Bahia. Segundo a família da vítima, a garota e o suspeito se conheceram pela internet. As buscas por Vivia começaram no domingo, quando o irmão dela informou à polícia sobre o desaparecimento da adolescente.

Familiares e amigos chegaram a fazer campanhas nas redes sociais para tentar alguma informação sobre a localização da menina. Após o registro do desaparecimento, as Polícia Militar e Civil fizeram rondas pela cidade, na segunda-feira (04), e encontraram Daniel Max Santos de Jesus, apontado como a última pessoa a estar com a vítima. Segundo a PM, ele conversou com a garota por meio das redes sociais.

Daniel tentou fugir, mas foi preso e encaminhado para a delegacia da cidade, onde confessou que matou e enterrou o corpo da adolescente na zona rural do município. Ele contou à polícia que teve um ataque de fúria após a jovem ter se recusado a ter relações sexuais com ele.

Deixar uma Resposta