Ácaros, os desencadeadores de doenças respiratórias

Aproximadamente 30% da população Brasileira sofre com alergias como asma e rinite ou os 2 problemas juntos. As piores épocas para essas doenças se manifestarem são no outono e inverno.

Segundo a especialista e Mestre em Alergia e Presidente da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia Regional Paraná (ASBAI-PR), Dra. Loraine Landgraf: “O Brasil está no grupo de países que apresentam as maiores taxas de prevalência de asma e rinite alérgica no mundo, sendo a rinite a de maior ocorrência entre as doenças respiratórias crônicas”.

Os principais causadores de doenças respiratórias, são chamados de aeroalérgenos domiciliares, bichinhos mais populares como ÁCAROS.

Os ácaros estão por todo lado em nossas casas, pois vivem em cortinas, tapetes, estofados, bichos de pelúcia, colchão, travesseiros, cobertores, etc..

Você sabia que após 2 anos de uso, 1/3 do peso do seu travesseiro é composto de fezes e esqueletos de ácaros?

Pois é, além desses seres microscópicos não poderem ser vistos a olho nu, alimentam-se de células mortas da pele humana e de animais e fazem muito mal para nossa saúde, principalmente para quem tem alergias respiratórias.

O caminho percorrido pelos ácaros no nosso organismo é diário. Quando respiramos, nós inalamos o ácaro, que fica presente na poeira domiciliar. Eles penetram nas vias áreas e tem contato com células do sistema imunológico, conhecidas como sistema de defesa. No indivíduo que não possui alergias, o processo para ali e o ácaro é logo eliminado. Já em alérgicos, o ácaro será reconhecido pelos anticorpos, e quando a pessoa vier a ter contato novamente com o ácaro, se o mesmo estiver no nariz ou nos brônquios, causarão um processo inflamatório, provocando coriza, espirros, coceira no nariz, além de aumentar a secreção de catarro.

Nas estações mais frias do ano, é comum fecharmos as portas e janelas, tomar banhos mais quentes, cozinhar sopas e caldos, dentre outras rotinas que causam excesso de umidade, ocasionando a proliferação de ácaros e consequentemente as famosas crises alérgicas. Além do tempo seco ser o vilão das crises, o que muitas pessoas não sabem é que a umidade alta faz tão mal quanto a baixa, pois os ácaros preferem ambientes úmidos para sobreviverem e se proliferarem.

É possível eliminar os ácaros e ter um ambiente saudável e seguro para toda família. O segredo é controlar a umidade do ambiente. Dois equipamentos indicados no combate aos ácaros são o desumidificador de ar e o purificador de ar.

O desumidificador de ar Desidrat filtra através de uma cortina úmida, todo o ar (poeira domiciliar) que passa através dele, retendo até 90% das impurezas do ar que respiramos. O equipamento controla a umidade relativa do ar nos níveis ideais para a saúde, entre 50%-60%, recomendado pela OMS (Organização Mundial de Saúde).

Os comentários estão fechados.